Coluna Boa Terra (Por Valdemir Santana) - Edição do dia 22/9

Descontração baiana no luxo da capital do agronegócio


Tribuna da Bahia, Salvador
22/09/2017 15:00 | Atualizado há 9 horas e 41 minutos

   
Foto: Reprodução

Quem encantou a cena fashion de luxo em Goiânia, ontem, foi a baiana Daniela Falcão. A jornalista que trabalhou como repórter da “Tribuna” estava na poderosa capital do agro-negócio brasileiro como diretora geral da holding “Edições Globo Condé Nast” que promoveu mais uma edição do evento “Vogue Fashion’s Night Out”, através da revista “Vogue Brasil”.  

A surpresa que encantou o publico do elegante “Flamboyant Shopping Center”, onde aconteceu o evento, foi a descontração de Daniela Falcão durante o talk show com Marcella Tranchesi. A digital influencer que se tornou conhecida no mercado de luxo pela atuação da família na criação da icônica butique “Daslu”, de São Paulo, é apresentadora da “Alô doçura” “TV Vogue” e deu dicas de sucesso para atuar na internet. Mas terminou envolvida pela descontração de Daniela e foram momentos de pura descontração.

Em casa de arquiteto, a varanda é que rouba a cena

Os apartamentos e casas de alto luxo criadas pelo baiano David Bastos costumam fazer sucesso sem tamanho na mídia brasileira e do exterior, ilustrando reportagens coalhadas de fotos dos ambientes em que quase sempre predomina o branco. Mas agora a “Casa Claudia” revista que é referencia em decoração para a mídia do país, se rendeu ao principal segredo do arquiteto badalado, que é um dos endereços onde ele mora.

Ou seja, a revista clicou o apartamento do exclusivo Corredor da Vitória, em Salvador. Um singular loft que, fugindo à regra geral de eliminar paredes divisórias, possui dois quartos bem definidos. Destaque para a varanda debruçada para a Baia de Todos os Santos. Ressaltando que a valorização da paisagem rouba a cena na moradia, a revista publica a reportagem na edição deste mês, que está nas bancas. 

Mastros coloridos da Bahia, preservam fé e talento

O talento do baiano Valquito Lima em valorizar a arte popular da região de Trancoso, onde ele aprendeu na família a pintar os icônicos mastros coloridos que alegram as festas religiosas, rendeu até exposição em São Paulo, no mês passado. Foi a mostra de peças da série “Valquito Lima e os Mastros Sagrados de Trancoso”, no “Centro Brasileiro Britânico”, o “CBB”, criado há quase vinte anos fazer um link entre a cultura brasileira e do Reino Unido.

Mas o melhor é que a arte do mestre baiano não fica longe dos recantos que preservam a pureza cultural do litoral sul. Como a festa religiosa de “São Miguel Arcanjo” que começou ontem no povoado  Vale Verde, em homenagem ao "Divino Espírito Santo”. Os mastros coloridos, que na foto ao lado aparecem perto do exuberante “Teatro L’Occitane”, de Trancoso,  ficam na festa até o domingo. 

Mais singular, impossível. Vale Verde já foi um município autônomo e perdeu o status no inicio do século vinte, sendo anexado a Porto Seguro. O rebuliço do turismo de pacote fica longe de suas ruelas tranqüilas.

O mito e elegância na arte da alfaiataria 

A história da singular elegância que a alfaiataria garante ao mundo por mais de um século, agradece a autores como Eduardo Motta, pelo livro “Alfaiatarias: Radiografia de um ofício incomparável”. O pesquisador mineiro veio a Salvador lançar, ontem, na “Casa do Comercio” além da publicação que fala do requinte e perfeição da técnica que veste a elite mundial desde o século XIX, também o livro “Meu Coração Coroado – sobre o Mestre Expedito Seleiro, artesão Expedito Velozo Carvalho, que fez fama em Nova Olinda.

O anfitrião do evento foi Paulo Studart. O Superintendente da “Fecomércio Bahia” recebeu convidados como Eveline do Vale, do “Senac Ceará”. No livro sobre a alfaiataria um dos entrevistados é o estilista baiano Vitorino Campos. O dono da grife “Vitorino Campos Brand" aparece ao lado de figuras icônicas da elegância mundial, como a britânica Kathryn Sargent, primeira mulher a assumir o cargo de Head Cutter, espécie de mestre da moldagem, e primeira empresária a comandar uma alfaiataria do porte da “Savile Row”, de Londres, na região exclusiva de Mayfair.

Beleza do design com animação no society

Sucesso é pouco para descrever a celebração que o trade de arquitetura, design e decoração faz para prestigiar a nova edição do livro “A Grande Beleza” do baiano Pedro Ariel Santana. Como a coluna informou antes, o jornalista, arquiteto e designer, que já dirigiu revistas de grande circulação da holding editorial “Grupo Abril” registra no livro detalhes singulares do trabalho e do perfil de profissionais ligados à área, em varias partes do mundo. 

Desta vez vale repetir o registro pela dimensão que teve o lançamento no Rio de Janeiro, anteontem. Depois de fazer sucesso em locais como São Paulo, com festa na icônica e requintada Alameda Gabriel Monteiro da Silva, foi a vez de entardecer e noite com direito a deejay no “Arnaldo Danemberg Antiquário”, em Copacabana. O grand monde fez bonito na festa em que o próprio Arnaldo Danembeerg foi o anfitrião, e recebeu gente chique como a empresária Patrícia Meyer, a socialite Kiki Caravaglia, Paula Neder e Nando Grabowsky.


Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas