Cresce o número de veículos apreendidos

Sem resgate dos proprietários, maior parte é destinada a leilão


Tribuna da Bahia, Salvador
12/08/2017 16:30 | Atualizado há 7 dias, 37 minutos

   

Por Adilson Fonsêca

O próximo dia 30, quem dispuser de R$ 1 mil poderá adquirir uma moto  Titan 150cc ano 2010 em bom estado de conservação. Ou ainda, com R$  7.150 um carro modelo Voyage 1.16, ano  2014. Esses e outros 123 veículos, entre modelos conservados e sucatas mas com aproveitamento do motor, vão estar sendo leiloados pela Transalvador, e serão entregues aos arrematantes sem quaisquer tipo de restrições ou pendências ou ônus de donos antigos. 

Em apenas 10 dias do mês de agosto, foram apreendidos em Salvador, entre carros e motos, 237 veículos, quase que a metade de toda apreensão realizada no mês passado, quando 548 veículos foram recolhidos aos pátios da Transalvador, no Vale dos Barris. Para cada veículo recolhido, é cobrado um valor pelo reboque e outro por cada dia em que ele permanece no pátio à espera para que seja resgatado pelos proprietários.

Decorridos dois meses de permanência sem que qualquer solução seja encontrada pelos donos, os veículos vão a leilão e são vendidos pela maior oferta nos lances públicos. No próximo dia 30, a Transalvador vai colocar  125 deles à venda, em um leilão marcado para às 10 horas, na forma presencial e online para venda de carros apreendidos pelo órgão. 

Os veículos arrematados em estado conservado serão entregues ao novo proprietário sem pendências ou ônus de donos antigos. Já os lotes considerados como sucatas terão baixa no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e não poderão mais ser licenciados ou registrados, com circulação proibida em vias públicas. 

Leia mais na edição impressa do jornal ou no Tribuna Virtual.

Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas