Geddel é levado pela PF após pedido de prisão preventiva do MPF

Ex-ministro estava no prédio em que cumpria prisão domiciliar, em Salvador. Na terça-feira (6), agentes encontraram R$ 51 milhões em outro imóvel que seria utilizado por ele


Tribuna da Bahia, Salvador
08/09/2017 08:00 | Atualizado há 14 dias, 16 horas e 50 minutos

   
Foto: Istoé

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) foi preso na manhã desta sexta-feira (8). Ele deixou o prédio em que vivia, em Salvador, e foi levado pela Polícia Federal (PF), após um pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público Federal.

Segundo informações do G1, Geddel deixou o prédio pouco depois das 7h, no banco de trás de uma viatura da PF, e chegou ao aeroporto Luiz Eduardo Magalhães cerca de meia hora depois. A PF não informou para onde o ex-ministro será levado.

O ex-ministro cumpria prisão domiciliar desde julho, após ter sido detido por suspeita de tentar interferir nas investigações sobre fraudes na Caixa Econômica Federal. 

Na última terça-feita (5), a PF apreendeu R$ 51 milhões em um apartamento ligado a Geddel. A origem dos R$ 51 milhões ainda permanece misteriosa. A suspeita da PF é que parte do dinheiro se trata de propinas para viabilizar a liberação de crédito do FI-FGTS a empresas. 


Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas