Vitória fica sem Juninho e Tréllez preocupa

Juninho fica de fora do time do Vitória por 30 dias, seis jogos, e o atacante Santiago Trélles está em tratamento de um trauma no pé e é duvida para este jogo contra o São Paulo


Tribuna da Bahia, Salvador
13/09/2017 15:03 | Atualizado há 12 dias, 9 horas e 50 minutos

   
Foto: Tiago Caldas/Arena Rubro-Negra

Para o torcedor do Vitória, sem exagero, entrou em “pânico” com a informação de que o time perdeu, por contusão no joelho, o lateral-esquerdo Juninho, pelo menos, por 30 dias, ou por cerca de seis jogos, da 24ª a 29ª Rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Através dos canais de mídia, a torcida Rubro-negro tem passado mensagens de extrema preocupação, renovando críticas aos critérios do clube na formação do grupo para o Brasileiro.

“Na falta de Juninho contra o São Paulo, você prefere: 1 – Thallyson; 2 – Geferson; 3 – Ou jogar com 10?”, é a crítica, em forma de meme, numa abordagem de grupos que circula no WhatsApp, demonstrando toda a preocupação da torcida com o desfalque do titular. O lateral-esquerdo Juninho foi diagnosticado com uma lesão parcial no ligamento colateral medial do joelho esquerdo e desfalcará o Vitória por um mês.

“A princípio, vamos tratar e ele deve ficar afastado por cerca de um mês. Ele fez uma ressonância e a previsão inicial é de um mês. O atleta ainda sente muita dor, vamos avaliar mais ainda. Geralmente são lesões que se tratam de forma conservadora. Só se não funcionar mesmo com a fisioterapia que a gente busca uma cirurgia”, disse o médico do Vitória Wilson Vasconcelos, em entrevista ao site Arena Rubro-Negra.

O volante Willian Farias sofreu uma contusão semelhante à de Juninho, está há mais de dois meses afastado do time do Vitória, e dificilmente estará à disposição de Vagner Mancini para a partida de domingo, contra o São Paulo, no Barradão. O jogador segue uma rotina de trabalhos separados do grupo. Rodrigo Vasco da Gama afirma que o atleta preciso ter paciência.

Outro problema – A participação do atacante Santaigo Tréllez nesta partida contra o São Paulo, no domingo, às 16h (de Brasília), é incerta. Na manhã da terça-feira, o jogador deu sequência ao tratamento de uma lesão no pé, sofrida durante o empate em 2 a 2 com o Fluminense, e de acordo com o médico Rodrigo Vasco da Gama, Tréllez ainda não possui condições de trabalhar com o grupo. O atacante apresenta um edema no pé e se queixa de dores.

“Tréllez levou uma porrada no pé, fez edema enorme. Não tem posição de prazo. Está em tratamento. Temos que aguardar uns dias. Foi um trauma forte, comentou o médico do Vitória.


Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas