Rui Costa cobra apoio federal em obras

Governador voltou a mencionar empréstimo de R$ 600 mi ainda não liberado pelo BB


Tribuna da Bahia, Salvador
07/10/2017 09:16 | Atualizado há 12 dias, 7 horas e 58 minutos

   
Foto: Secom/GovBa

Por Henrique Brinco

O governador Rui Costa (PT) cobrou ontem apoio federal para obter recursos. O  empréstimo de R$ 600 milhões, já aprovado em todas as instâncias no âmbito federal, ainda não foi liberado pelo Banco do Brasil e a briga deve ir parar nos tribunais.

De acordo com o governador, que já entrou com uma ação na Justiça contra o BB, houve falta de honestidade no bloqueio do montante que deveria ser repassado para o estado. Na próxima semana, o gestor vai assinar a ordem de serviço para duplicação da BR-415, que liga Ilhéus a Itabuna, com a participação do ministro dos Transportes, Maurício Quintella. "Infelizmente, tem pessoas que não gostam da Bahia e trabalham para o recurso não chegar. A assinatura está mantida e segunda vamos assinar o contrato com ou sem recurso federal. [...] Irei fazer essa obra com recurso federal ou estadual", disparou, em entrevista à rádio Metrópole.

Maurício Quintella, por sua vez, ainda não confirmou presença. "O ministério divulgou o convite, mas ainda não recebi confirmação. Mas a assinatura está mantida, vamos fazer uma dos maiores atos da história daquela região. Se esperou pela barragem do Rio Colônia e a barragem está pronta. Muitos anos se esperou por universidades, agora têm universidades. Muito se esperou por um novo hospital e em breve vamos inaugurar um novo hospital. Mesmo aqueles que querem trabalhar contra a Bahia não vão vencer a Bahia", bradou Rui.

Leia mais na edição impressa do jornal ou na Tribuna Virtual.

Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas