Rui anuncia pagamento de prêmio para cerca de 15 mil policiais

Serão cerca de R$ 13 milhões pagos pelo Governo do Estado, na primeira quinzena de novembro, em folha especial, para integrantes das polícias Militar, Civil e do DPT


Tribuna da Bahia, Salvador
12/10/2017 13:28 | Atualizado há 7 dias, 3 horas e 46 minutos

   
Foto: Divulgação

"Com muita alegria, registro meu reconhecimento aos policiais baianos que vestem a farda todos os dias com coragem e dedicação. O trabalho sério dos nossos servidores da Segurança Pública garantiu a redução da violência na Bahia neste primeiro semestre e, por esse motivo, cerca de 15 mil servidores receberão o Prêmio por Desempenho Policial”. Com essa declaração, publicada em sua página oficial no Facebook, na manhã desta quarta-feira (11), o governador Rui Costa fez o anúncio do pagamento da gratificação. 

Serão cerca de R$ 13 milhões pagos pelo Governo do Estado, na primeira quinzena de novembro, em folha especial, para integrantes das polícias Militar, Civil e do Departamento de Polícia Técnica (DPT). Receberão o Prêmio por Desempenho Policial (PDP) 14.829 mil servidores que conseguiram reduzir os índices de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), no primeiro semestre de 2017, comparado com o semestre anterior, nas suas respectivas regiões de atuação. 

Na PM, serão contemplados 12.246 entre oficiais e praças; na PC, somados delegados, escrivães e investigadores, 2.539 receberão o PDP; e no DPT serão 44 peritos. Os valores variam entre R$ 371,54 e R$ 1.857,73. O primeiro pagamento ocorreu no ano de 2014, quando o prêmio ainda era anual. No ano passado, por determinação do governador Rui Costa, foi ampliado para duas vezes ao ano. 

O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, ressaltou os bons números do primeiro semestre com reduções de CVLIs em Salvador (-2,5%), no interior (-2,7%) e no estado, com decréscimo de 1,8%. “Esse é um resultado de toda a polícia baiana. Parabenizo os que alcançaram a meta e receberão o PDP, mas não posso deixar de enaltecer o esforço daqueles que não conseguiram. O trabalho é conjunto e cada vez mais realizado em parceria pelas polícias”, declarou.


Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas