Julgamento da médica Kátia Vargas é retomado

Testemunha de defesa contou detalhes do que presenciou antes do acidente


Tribuna da Bahia, Salvador
05/12/2017 12:22 | Atualizado há 12 dias, 4 horas e 8 minutos

   
Foto: Romildo de Jesus

O julgamento da médica Kátia Vargas foi retomado no início da tarde, após o intervalo do almoço. A previsão é que o primeiro dia do juri vá até às 22h de hoje. Na manhã de hoje (5), após o início da sessão de julgamento da médica Kátia Vargas, no Fórum Ruy Barbosa, a juíza fez o sorteio dos sete jurados e tanto a defesa da médica como a acusação recusaram alguns dos sorteados. Cada parte pode recusar três nomes sem apresentar justificativa.

Após isso, a primeira testemunha a falar no julgamento da médica Kátia Vargas, foi Álvaro Lima Freitas, testemunha de defesa. Álvaro Freitas respondeu as perguntas da acusação, da defesa e dos jurados. Em seu depoimento, ele diz ter presenciado o momento em que o motociclista, Emanuel, dá um tapa no capô do carro da médica.

O depoente confirmou, também, que logo após o fato, a motocicleta saiu em velocidade normal para a via, enquanto o carro, um Kia Sorento branco, da médica Kátia Vargas, arranca bruscamente e aumenta a velocidade no decorrer do percurso.

A testemunha disse, porém, que não viu a colisão do carro e da moto. Revelou apenas ter escutado o barulho e depois ter visto a cena dos corpos ao chão.

A médica é acusada de homicídio triplamente qualificado dos irmãos Emanuel e Emanuelle em 2013 no bairro de Ondina. As informações são do Bocão News.

* Atualizada às 14h15

Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas