Ministério da Saúde lança na Bahia iniciativa para reduzir mortalidade neonatal

Segundo o ministério, a Bahia tem a segunda maior taxa de mortalidade de recém-nascidos: são 13,7 para cada 1 mil nascidos vivos


Tribuna da Bahia, Salvador
17/07/2017 14:59 | Atualizado há 5 dias, 9 horas e 42 minutos

   

O Ministério da Saúde (MS) lançou, hoje (17), um conjunto de ações denominado Estratégia Qualineo, em Salvador. O objetivo é reduzir a mortalidade neonatal em bebês de até 28 dias. A iniciativa foi lançada na capital baiana e será implantada, inicialmente em dez estados prioritários, nos quais morrem mais de 11 bebês para cada 1 mil nascidos vivos: Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Piauí, Roraima e Sergipe.

Levantamento feito pelo Ministério da Saúde mostra que a Bahia tem a segunda maior taxa de mortalidade de recém-nascidos: são 13,7 para cada 1 mil nascidos vivos em 2014. O estado fica atrás somente do Amapá, onde a taxa é de 16,2. A média brasileira é de 9,9 para cada 1 mil nascidos vivos.

O plano integra outros programas já existentes do Ministério da Saúde e dá continuidade à Rede Cegonha, que atende as mães desde o planejamento reprodutivo até a gestação, pré e pós-parto.

Com informações da Agência Brasil


Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



 

Notícias Relacionadas