Coluna Raio Laser - Edição: 12/1

O que mais impressionou ontem na Lavagem do Bonfim foi o discurso unido de petistas no sentido de chamar de injustiça a sentença do juiz Sérgio Moro condenando o ex-presidente Lula no caso do triplex


Tribuna da Bahia, Salvador
12/01/2018 08:22 | Atualizado há 10 dias, 8 horas e 33 minutos

   
Foto: Raul Spinassé/EFE

Injustiça

O que mais impressionou ontem na Lavagem do Bonfim não foram as confusões envolvendo correligionários do governador Rui Costa (PT) e do prefeito ACM Neto (DEM) nem o fato de ambos terem demonstrado que, a despeito das adversidades e dos adversários, continuam muito populares junto às camadas verdadeiramente populares e não, naturalmente, entre militantes de cada lado, determinados a constranger os que lhes são contrários em espaços públicos como o do tradicional cortejo. O que mais impressionou mesmo foi o discurso unido de petistas no sentido de chamar de injustiça a sentença do juiz Sérgio Moro condenando o ex-presidente Lula no caso do triplex e prometendo que, por este motivo, lutarão até o fim por sua candidatura, independentemente de uma nova condenação que o torne inelegível.

Com café

O governador Rui Costa chegou ontem à Igreja da Conceição, ponto de largada da Lavagem do Bonfim, determinado a não polemizar nem entrar na seara da política, deixando a tarefa para seus correligionários, como o ex-governador Jaques Wagner. Antes de seguir para o cortejo tradicional, o governador ofereceu um café da manhã para seus aliados no Palácio de Ondina.

Lua de mel

O governador Rui Costa e o prefeito ACM Neto concluíram suas participações na lavagem do Bonfim de alma lavada e na mais completa lua de mel com o povo. Afora manifestações esporádicas de claques organizadas de lado a lado, tentando puxar uma vaia que não conseguia sensibilizar o povo, prefeito e governador mostraram que estão em perfeita sintonia com o eleitor, fazendo gestões aprovadas e que a disputa pelo voto em outubro vai ser mesmo muito equilibrada.

Leia a Coluna completa na edição impressa do jornal ou na Tribuna Virtual.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas