Metrô chega em Cajazeiras e Águas Claras ainda em 2020

O novo trecho, da linha 1, vai partir de Pirajá; o governo prevê investir R$ 1,3 bilhão na obra


Tribuna da Bahia, Salvador
13/04/2018 13:30 | Atualizado há 9 dias, 3 horas e 16 minutos

   
Foto: Divulgação

Por Lício Ferreira

O governo do Estado está prevendo investir R$ 1,3 bilhão, segundo o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, para construir o chamado Tramo 3, a nova linha do metrô de Salvador que vai de Pirajá até Águas Claras/Cajazeiras.A licitação será neste primeiro semestre do ano, mas a data ainda não foi definida.

A ligação Pirajá - Águas Claras/Cajazeiras terá 5 km de extensão e mais duas estações, beneficiando diretamente os bairros do entorno da BR-324. As obras devem durar dois anos, a partir da assinatura de contrato, e finalizadas até o fim de 2020. A expectativa é de que o novo trecho possa alcançar 118 mil passageiros por dia.

O chamado Tramo 3 será implantado pelo lado esquerdo da rodovia BR-324, no sentido Salvador - Feira de Santana, tendo início no KM-622, em Pirajá, e final no KM-616, próximo ao viaduto de Águas Claras.

Projetos

Conforme recentes declarações do governador Rui Costa, a ampliação  da Linha 1 está ligada aos novos projetos de transporte, que estão sendo previstos ou executados, tais como os sistemas BRT das Avenidas 29 de Março e Gal Costa e o VLT da região do Subúrbio Ferroviário, bem como a futura Estação Rodoviária de Salvador, que também será construída em Águas Claras.

Dentro do projeto de ampliação da linha 1, duas passarelas de pedestres, localizadas nas proximidades da loja Makro e em Campinas, passarão por reforma e adequação. Duas outras, em Campinas e Águas Claras, serão construídas para atender à demanda que será criada com o metrô.

Além disso, estão previstas obras de ampliação do ramo esquerdo do trevo de Campinas; implantação do sistema de drenagem ao longo da linha do metrô; urbanização e paisagismo, tanto ao longo da linha quanto na via marginal; estações e terminal de integração da Linha 2 (Acesso Norte -Aeroporto).

Rodoviária 

A construção da nova rodoviária de Salvador, também no bairro de Águas Claras está prevista será um investimento privado da ordem de R$ 120 milhões. A licitação é de responsabilidade da Agerba/Seinfra e a empresa vencedora terá a missão de entregar uma rodoviária “novinha em folha’ no mesmo tempo que o metrô estiver sendo concluído.

O novo Terminal Rodoviário fará ligação com o metrô. “Todos os ônibus, interestaduais, interurbanos e metropolitanos vão parar de engarrafar a nossa capital", comentou Rui Costa, quando fez o anuncio do novo equipamento publico.

Ainda de acordo com o chefe do Executivo, “o objetivo é fazer do terminal uma grande estação de integração, sendo a maior do Norte-Nordeste. Será moderno, amplo e estará nos moldes de conforto de terminais de aeroportos”, explicou. Após o início da operação comercial da nova rodoviária estima-se que o terminal irá receber 39 mil passageiros por dia.

Modal

Neste primeiro semestre também estará nas ruas a licitação do VLT (Veiculo Leve sobre Trilho) do Subúrbio, que vai substituir o atual sistema de trens, que atende o público da Calçada até Paripe.

Com 18,5 quilômetros de extensão e 21 estações, o novo modal de transporte beneficiará mais de 1,5 milhão de moradores do Subúrbio Ferroviário, chegando ao Terminal da França, no bairro do Comércio. Sua implantação será vital na revitalização da Baía de Todos-os-Santos.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas