Crea realiza vistoria em camarotes de Ondina

O objetivo da ação, batizada de Operação Carnaval Seguro, foi garantir que a execução de obras e serviços relacionadas à Engenharia sejam feitos por profissionais habilitados, contribuindo com a segurança dos foliões.


Tribuna da Bahia, Salvador
21/02/2019 06:40 | Atualizado há 38 minutos

   
Foto: Romildo de Jesus

Por: Jordânia Freitas


Faltando uma semana para o início do Carnaval, ontem uma equipe de fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-BA) realizou vistoria nas estruturas de camarotes do circuito Dodô (Barra-Ondina). O objetivo da ação, batizada de Operação Carnaval Seguro, foi garantir que a execução de obras e serviços relacionadas à Engenharia sejam feitos por profissionais habilitados, contribuindo com a segurança dos foliões.

“A maioria está em ordem. Após 32 anos de Crea, tenho observado que os funcionários da área de produção de eventos estão se profissionalizando, porque o índice de irregularidades e correções está muito pequeno. Vamos voltar na próxima semana para verificar se existe alguma pendência.Caso haja irregularidade, adotaremos as medidas legais, que são emissão de notificação ou de auto de infração”, afirmou Jonas Amorim, supervisor de fiscalização do Crea-BA.

Durante a fiscalização foram observados itens como elaboração de projetos, participação efetiva de profissional habilitado para execução da montagem das estruturas, instalações elétricas, segurança e combate a incêndio, aterramento de estruturas e gestão de resíduos gerados pelo camarote.

Com uma equipe formada por 16 fiscais, a operação começou no início de janeiro e segue até a próxima quinta-feira (28), vistoriando não só os camarotes, mas também praticáveis, palcos do Carnaval dos bairros, além de trios que vão circular nos três circuitos oficiais da folia. Ao todo, 18 camarotes já foram fiscalizados pelo órgão neste Carnaval.

Jonas Amorim destacou que a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) pelos operários também é observada pelo órgão. “Nós temos uma parceria muito boa com o Ministério do Trabalho e a gente também orienta os contratantes ou proprietários a fazer cumprir o programa de segurança”, finalizou.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas