Após vice no Nordeste e empate na final do Baiano, torcida picha muros próximos ao CT do Bahia

Torcedores pedem saída do diretor Diego Cerri e do técnico Roger Machado. Protesto também cobra jogadores do Bahia

Tribuna da Bahia, Salvador
06/08/2020 14:28 | Atualizado há 5 horas e 10 minutos

   
Foto: Reprodução

O vice-campeonato da Copa do Nordeste e o empate no primeiro jogo da final do Campeonato Baiano geraram protestos da torcida do Bahia. Na madrugada desta quinta-feira, as vias de acesso ao CT Evaristo de Macedo, a Cidade Tricolor, e muros próximos ao centro de treinamentos foram pichados. Entre as palavras de ordem, frases como "Fora Roger", "Fora Cerri" e "Diretoria incompetente".

As pichações tiveram como foco a direção do clube. No entanto, houve também manifestação direcionada aos jogadores com pedido de raça e frases como "jogadores omissos".

Torcedores do Bahia picharam muros próximos ao CT do clube — Foto: Reprodução

Torcedores do Bahia picharam muros próximos ao CT do clube — Foto: Reprodução

O clube ainda não se posicionou oficialmente até o momento, mas de acordo com apuração, o clube lamentar que imóveis e residências que pessoas que não têm ligação com o Bahia tenham sido alvo das pichações.

O protesto aconteceu horas depois de o Bahia empatar em 0 a 0 com o Atlético de Alagoinhas, em Pituaçu, pelo primeiro jogo da final do Baiano. Na terça, o Tricolor havia perdido a segunda partida seguida para o Ceará na disputa do título da Copa do Nordeste.

Via de acesso à Cidade Tricolor também foi alvo do protesto — Foto: Reprodução

Via de acesso à Cidade Tricolor também foi alvo do protesto — Foto: Reprodução

Compartilhe       

 




Mais sobre