Empresa de cosméticos passa a oferecer berçário para filhos de colaboradores

Decisão de ampliar o uso do espaço dentro da empresa, já utilizado por colaboradoras que são mães, reforça a importância da paternidade ativa


Tribuna da Bahia, Salvador
14/12/2018 14:57 | Atualizado há 1 dia, 2 horas e 10 minutos

   
Foto: Divulgação

Com o objetivo de incentivar o fortalecimento do vínculo entre pais e filhos, a Natura ampliará o atendimento do berçário em seus escritórios aos colaboradores que são pais, a partir de fevereiro de 2019. A iniciativa reforça a importância da paternidade ativa e da equidade de gênero, temas ligados   à política de diversidade e inclusão da empresa.

A chamada nova masculinidade vem ampliando o papel do homem na sociedade e na dinâmica familiar. A partir do avanço nas discussões e ações relativas à equidade de gênero, o homem passou a ser mais presente e corresponsável pela criação dos filhos. A Natura, por sua vez, reforça esse debate com ativações por meio das marcas Natura Homem e Papai e Bebê.

Recentemente, a empresa iniciou a instalação de trocadores nos banheiros masculinos em restaurantes de algumas cidades por todo o Brasil. Além disso, desde junho de 2016, a empresa oferece licença-paternidade remunerada de até 40 dias, que pode ser estendida para 70, caso o colaborador decida emendar com as férias. A iniciativa vale também para casais do mesmo sexo e em casos de adoção.

“Acreditamos na importância da paternidade ativa, não só como forma de atingir a equidade de gênero, mas principalmente pela criação de um vínculo mais forte entre pais e filhos – fundamental para uma relação afetuosa e melhor desenvolvimento da criança”, explica Marcos Milazzo, diretor de Reconhecimento e Recompensa da Natura.

A estrutura atual do berçário dentro da Natura existe há 18 anos, em Cajamar, a fim de fortalecer o vínculo da mãe com o filho ao possibilitar o contato da colaboradora com a criança durante o período de trabalho. O mesmo serviço foi disponibilizado no CDSP – Centro de Distribuição São Paulo em 2013, e há pouco mais de um ano também atende aos filhos de colaboradores do Nasp, sede administrativa inaugurada no mesmo espaço. Cada unidade tem equipe e estrutura capazes de atender a 110 crianças com idade a partir de quatro meses até três anos.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas