Bahia: 1% das pessoas não tomaram a segunda dose da vacina após o prazo

O secretário da Saúde do Estado da Bahia alerta sobre a necessidade da segunda dose para completar a imunização

Tribuna da Bahia, Salvador
23/04/2021 09:11 | Atualizado há 1 hora e 12 minutos

   
Foto: Romildo de Jesus

Um levantamento feito pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia nesta quinta-feira (22), detectou que apenas 1%, ou seja, 21.628 pessoas não foram tomar a segunda dose da vacina contra o coronavírus (Covid-19) após o prazo estabelecido. O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, alerta que "por mais que a primeira dose já dê um pouco de proteção, essa taxa não está dentro dos parâmetros estabelecidos pelos fabricantes e agências sanitárias, sendo necessária a segunda dose para a imunização aferida nos testes clínicos", alerta o secretário.

De acordo com Vilas-Boas, o assunto está sendo tratado em reuniões colegiadas com os 417 municípios. "É preciso um esforço adicional para sensibilizar a população sobre a importância da segunda dose e, em último caso, as prefeituras realizarem uma busca ativa, o que significa que vão ligar, enviar mensagens para os celulares e até ir em casa", afirma o titular da pasta estadual da Saúde.

Com 2.143.424 vacinados contra o coronavírus (Covid-19), dos quais 728.608 receberam também a segunda dose, até as 15 horas de ontem (21), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Compartilhe       

 




Mais sobre