Canal 1 TELEVISÃO

Por Flávio Ricco l Colaboração José Carlos Nery


Tribuna da Bahia, Salvador
20/09/2021 22:03

   

Novela no Brasil sempre foi e deve continuar como obra aberta

O Brasil sempre teve um jeito muito próprio de fazer novela, inclusive com semelhanças, em sua produção, próximas do cinema.

Ao contrário, por exemplo, do México, aqui o trabalho com os atores sempre foi mais cuidadoso. Há direção de cenas, uso de externas e caprichos bem redobrados na cenografia, figurinos e maquiagem.

Lá é mais teatro, com aproximadamente 95% das cenas gravadas no estúdio, em um ritmo tão frenético que as interpretações deixam a desejar. Interpretações, aliás, na grande maioria das vezes com o auxílio do ponto eletrônico. Nada é decorado. Vai que vai.

E é importante que os avanços observados na nossa teledramaturgia, sempre mais próxima da realidade, sejam mantidos, daí também a necessidade de as novelas, como sempre foram, continuarem como obras abertas.

É claro que a pandemia, com os cuidados que ainda devem ser tomados, modificou um pouco a ordem das coisas. Compreensível e louvável o esforço.

Só que a Globo passou a estrear novelas com tudo gravado e “Nos Tempos do Imperador”, em exibição, já provou que isso não é o mais recomendável. O mesmo risco também haverá em “Um Lugar ao Sol”, substituta de “Império”. Novelas sempre movimentam muitos atores e além da trama principal, existem as secundárias. Nem tudo pode funcionar perfeitamente bem ou de acordo com o planejado, ao longo de 160, 180 capítulos. Os ajustes em pleno voo sempre serão necessários e indispensáveis. O melhor, assim que possível, será voltar ao que sempre foi.


(Divulgação Globo)

TV Tudo

Olha isso

São grandes as possibilidades de “Pantanal” também entrar no ar, na Globo, completamente gravada, a exemplo de “Quanto Mais Vida, Melhor”, produção das 19h, e “Um Lugar ao Sol”, 21h.

Isso porque os trabalhos da primeira fase começaram há algumas semanas e, em outubro, já teremos captação da segunda, movimentando Alanis Guillen e cia. 


(crédito João Miguel Júnior)

E outra

Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa e responsável pela adaptação de “Pantanal”, já chegou ao centésimo capítulo da novela.

Nesse ritmo, muito em breve ele colocará fim no roteiro.

Onça no elenco

Ainda de “Pantanal”, o diretor da novela, Rogério Gomes, declarou que uma onça domesticada participará das gravações.

Em especial, para as cenas com Alanis Guillen.

Favoritos

Essa “Fazenda” promete... A Betfair.net, movimentando seu time de especialistas, já montou um ranking, apontando os favoritos para a edição deste ano.

Dayane Mello e Tati Quebra Barraco, de acordo com levantamento realizados, irão chegar à final.


(crédito Instagram)

E mais...

No ranking montado até aqui, os participantes Fernanda Medrado, Mileide Mihaile e Gui Araújo também aparecem com boas possibilidades

Nego do Borel está na 9ª colocação e Rico Melquiades na 12ª.

Passou, passou

Um dos assuntos mais comentados desde domingo, foi a escorregada da equipe de esportes da Globo, que terminou a transmissão de Vasco e Cruzeiro dando vitória para o clube carioca, quando o jogo terminou empatado.

Foi um erro de todos. Paciência.

Está na hora

No instante em que alguns clubes lutam pela volta do público aos estádios, como aconteceu, inclusive, neste desastroso Vasco e Cruzeiro, por que ainda o off-tube?

Por que os jogos sendo transmitidos dos estúdios?

Vamos combinar

Todos os estádios, alguns até com maior conforto, possuem cabines de transmissão muito seguras.

O que está sendo feito em estúdios, pode ser perfeitamente nos campos de jogo. Se a transmissão de Vasco e Cruzeiro tivesse acontecido de São Januário, tal falha não teria ocorrido.

Preparativos

A Band já se movimenta para a transmissão do GP do Brasil de Fórmula 1, dias 13 e 14 de novembro, no autódromo de Interlagos, em São Paulo, com presença de público.

São muitos os cuidados que devem ser tomados para receber uma etapa do mundial.

Grande perda

Luís Gustavo, que nos deixou domingo, faria um filme escrito por Malu Mader e Guilherme Gonzalez.

“Estava empolgadíssimo. Leu todos os tratamentos. Cada diálogo foi pensado nele e na sua grandeza como um dos maiores de todos os tempos”, escreveu Gonzalez numa rede social.

Bate – Rebate

•       “Jornal da Record” estreou nesta última segunda-feira a série “Trançados do Sertão”, com reportagens de Leandro Stoliar, Rogério Gomes, Marcelo Souza, Leandro Marinho e Pedro Veloso...

•       ... A coordenação é de Rosana Teixeira.

•       A Play FM chegou ao Paraná, cidade de Maringá, em 105,7.

•       O canal Arte 1 está anunciando para a próxima sexta-feira. 21h30, a exibição de um show histórico de Ray Charles, realizado no Salle Pleyel, em Paris.

•       Audiência: Record – Rio, de acordo com levantamento da última semana, ocupou a liderança por quase duas horas...

•       ... Durante 87 minutos o “Balanço Geral RJ” ficou em primeiro lugar.

•       Estudo realizado pelo Kantar Ibope aponta que aumentou o consumo do veículo rádio, com quase 85% das pessoas declarando que ouvem todos os dias.

•       Terça-feira de Libertadores no SBT. Palmeiras e Atlético MG jogam a partir das 21h15...

•       ... Narração de Téo José, com comentários de Mauro Betting, Washington e Nadine Basttos na análise da arbitragem.

C´est fini

Marcos Lazarini e Charles Peixoto foram escalados para supervisionar “Malhação – Eu quero é ser feliz”, a próxima inédita do horário escrita pelos irmãos-cineastas Eduardo e Marcos Carvalho.

O projeto, vale lembrar, ainda é da antiga gestão de Silvio de Abreu, que deixou a Globo, e será dirigido por Paulo Silvestrini. Estreia em 2022.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!


 

Compartilhe