Coluna do Larangeira

Por Antonio José Larangeira


Tribuna da Bahia, Salvador
01/12/2021 23:38

   

Novo comando

Foi nomeado pelo  Exército Brasileiro, para comandar o 35º Batalhão de Infantaria, nesta cidade, o tenente coronel Vando Azevedo, que substituirá o atual comandante coronel André Cajazeira. Chegará a Feira de Santana, esta semana e tomará posse em janeiro.

De volta

O projeto ‘O Centro tem Cultura’ voltou a animar os sábados do Mercado de Arte Popular em Feira de Santana  . Sábado o cantor e compositor Asa Filho com o sanfoneiro Neném do Acordeon apresentaram-se no palco interno do  e no  anterior a atração foi o forró do da forneiro Baio do Acordeon com a banda ‘Os Bambas do Nordeste’. O projeto ‘O Centro  tem Cultura’ foi idealizado há cerca de seus anos pela sambista Maryzélia e executado pelo SESC primeiro no Centro de Abastecimento e depois no Map..

Vereador assertivo

Após vários fatos  envolvendo o preconceito religioso, o vereador Silvio Dias (PT) lembrou que agora isto tem recebido resposta por parte da Câmara Municipal de Feira de Santana. “A questão vai beirando a xenofobia porque combate a cultura de um povo. Quando falamos de cultura africana falamos de todos, essa intolerância religiosa que também é racismo nesta Casa passou a ter resposta”, afirmou. Silvio disse quando se pede respeito à religião de matriz africana, equivale a dizer que a mesma segue o princípio do amor, da tolerância da igualdade. “As pessoas não estavam aqui pedindo benção, mas sim pedindo respeito ao seu direito de ter uma religião, da forma como queiram”, concluiu   assertivo e sem sentir ou causar constrangimentos.

Lançamento

Estará lançando dia 7 próximo, as 18 horas, na Livraria Escariz, no Shopping Barra, em Salvador, o seu livro Causos e Crônicas – Retratos do Cotidiano, o escritor Cicero Sena, que colocou no prelo mais uma publicação que vai repercutir no mundo cultural baiano.

Quilombola

Em suas páginas nas redes sociais o arcebispo de Feira de Santana, dom Zanoni Demettino, escreveu sobre a criação da Paróquia da comunidade quilombola do distrito rural da Matinha, oficializada no domingo passado em solenidade litúrgica na igreja de São Roque. Feira de Santana é um local de grande presença de Afrodescendentes. O Distrito de Matinha é reconhecido como Comunidade Tradicional (Quilombola) desde 2014, sendo a segunda comunidade do município que recebeu o certificado. A primeira delas foi Lagoa Grande, no distrito de Maria Quitéria.

 

 

Compartilhe