Em Tempo

Por Alex Ferraz


Tribuna da Bahia, Salvador
19/10/2021 13:18

   

VEREMOS...

O cientista especializado em infectologia Eduardo Paes, por mera coincidência prefeito do Rio de Janeiro, e seu colega João Dória, também por coincidência governador de São Paulo, decidiram, além de reabrir geral, acabar com o distanciamento mínimo de um metro e meio em bares, restaurantes e escolas. Quem são os infectologistas para duvidar da absoluta segurança dessas medidas? O tempo passa, o tempo voa, mas a poupança Bamerindus foi para o espaço. Se errado estiver, vou me penitenciar aqui, com meus leitores.

"O Brasil está tonto, perdido entre tecnologias novas cercadas de miséria e estupidez por todos os lados." (Arnaldo Jabor)

O povo é vítima, portanto perdoai-o porque ele não sabe o que diz.

Na linha de ignorar o politicamente correto e preferir a verdade nua e crua:
vejo na TV mais uma das infinitas reportagens sobre a tortura inominável à qual são submetidas as milhões de pessoas que dependem da "bondade" oficial para atendimento médico.
Em Salvador, por exemplo, a situação é de crueldade extrema. Até 24 horas em filas, na maioria das vezes, vítima da maldição das senhas, a maioria acaba voltando para casa sem qualquer atendimento.
Secretários de saúde se desdobram em inverdades na TV e nada conseguem fazer na prática. Dizem, inclusive, que a situação é resultado de "demanda reprimida" pela pandemia, quando raríssimas vítimas desse deboche que têm alguma consciência confirmam que a situação é recorrente há muitos anos.
Porém, a grande maioria dos que sofrem a tortura diz frases como estas, que anotei na reportagem de ontem: "É assim mesmo, a gente tem que aventurar", "Jesus vai resolver" e outras histerias.
E muitos riem bastante, sendo corroborados por repórteres que elogiam o "bom humor."
Essa gente, ignorante e seduzida por seitas e religiões, vira um bando de fanáticos que abdicam hipnoticanente dos seus direitos. Protesto? Para quê, se Jesus vai resolver, se é assim mesmo? Tudo do jeito que os diabos humanos gostam.

A fogueira das vaidades

Epílogo no mínimo estranho da CPI da Pandemia. Racha entre Renan e Aziz mostra que, no final das contas, a despeito do brilhante trabalho da comissão, eles não diferem muito daquilo que criticam.
Infelizmente, quem sai ganhando com isso é o lado obscuro e genocida da força. Putz!

Dedicada a Paulo Guedes

Em toda a mídia, ontem, viralizou a foto de moradores de Fortaleza mergulhando perigosamente no compactador de um carro de lixo em busca de restos de comida.
Se não for uma maquiavélica encenação dos "comunistas", a situação mostra que o povo está na miséria e passando fome, SIM, senhores comedores de picanha e lagosta!

Negacionistas fajutos

Sim, essa gente estúpida que combate obrigatoriedade da vacina contra a covid-19 é covarde. Aqui e alhures (EUA, Itália, Grécia etc.).
Do contrário, deveriam lutar contra cinto de segurança nos carros e mesmo aviões, a proibição de fumar em hospitais, restaurantes etc. Se é para radicalizar em prol da liberdade individual (sic) em detrimento do social, que façam a revolução de forma digna. Hum!

Compartilhe