Raio Laser

Frase


Tribuna da Bahia, Salvador
08/06/2021 19:42

   

O Bolsonaro é o comandante supremo das Forças Armadas. Isso tem que ficar bem claro

General Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Casa Civil, justificando a não punição em Eduardo Pazuello

"Leia a bula" 

O senador Otto Alencar (PSD) questionou ontem o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sobre o fato de o ministério ter determinado que a segunda dose da vacina da Pfizer fosse aplicada três meses após a primeira, quando a bula prevê apenas 21 dias de diferença entre elas. A Pfizer chegou a emitir um documento contrário à medida do Ministério da Saúde brasileiro. Queiroga resolveu questionar a medida, mas Otto cobrou que ele tivesse lido a bula, o que provocou uma discussão entre os dois, com o senador pedindo ao ministro para não levantar a voz para ele. “O senhor não leu a bula. O senhor tinha obrigação de ler a bula. Fala a verdade, ministro. A ciência não pode mentir. O senhor está produzindo uma pseudo-vacinação no Brasil”, acusou Otto, deixando o ministro cada vez mais nervoso. Para acalmar os ânimos, o presidente da CPI suspendeu a sessão.

Cachoeira 

O deputado estadual Niltinho (PP) e a prefeita de Cachoeira, Eliana Gonzaga (Republicanos), tiveram uma audiência ontem com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ), Lourival Trindade. A pauta foi a solicitação da cessão de um prédio da Corte no município para o funcionamento de um Pelotão da Polícia Militar.

Base Militar

"Fomos muito bem recebidos pelo presidente do Tribunal, Lourival Trindade. Ele também se mostrou solidário à prefeita Eliana Gonzaga que recebeu ameaças de morte e disse que o caso é grave. Destaco também todo o empenho do secretário da Segurança Pública, Ricardo César Mandarino, e da sua equipe para solucionar este caso", disse Niltinho.

Jornalistas

Entre os promotores de Justiça que assinaram a recomendação à Comissão Intergestores Bipartite (CIB) para que jornalistas com mais de 40 anos não integrassem no grupo prioritário para ser imunizado contra a Covid-19 está Rita Tourinho, a mais popular representante do MP baiano entre os veículos de imprensa locais. Os demais signatários da recomendação à CIB são Frank Ferrari, Patrícia Medrado e Rogério Queiroz.

Comparação

Ao lado de Tourinho, eles são coordenadores do grupo de trabalho do MP baiano que acompanha as ações durante a pandemia do Coronavírus (GT-Coronavírus). Na recomendação datada de 19 de maio de 2021, os promotores, ao longo dos “considerandos”, dizem que embora “reconheça(m) a importância da atividade dos profissionais de comunicação, há outras categorias igualmente relevantes não contempladas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), vulnerando o princípio da equidade do Sistema Único de Saúde”.

Doenças

As pessoas com doenças neurológicas crônicas também serão incluídas como público eletivo da vacinação contra a Covid-19 em Salvador. Ontem, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) iniciou o cadastramento deste grupo prioritário para a estratégia. Serão agregados aqueles com doenças neurológicas crônicas que impactem na função respiratória, indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares; doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; e deficiência neurológica grave.

Prazo

O vereador Joceval Rodrigues (Cidadania) vai propor que o dia 30 de junho seja o prazo para apresentação de emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022 que tramita na Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara Municipal de Salvador (CMS) - o envio das emendas foi iniciado na quarta-feira (2). Rodrigues diz que um dos problemas na peça é a evidente queda de arrecadação em virtude da pandemia da Covid-19 que deve limitar os investimentos na cidade para o ano que vem.

LDO 2022

A Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara Municipal de Salvador agendou amanhã, às 9h, uma audiência pública virtual para apresentação e discussão da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022.  Conforme mensagem do Executivo, o projeto de lei que trata da LDO tem uma previsão de receita de R$8,3 bilhões.

Conhecer

Pioneira na implantação do modelo de parceria público-privada (PPP) na área da saúde no Brasil, a Bahia possui exemplos reais dos benefícios proporcionados por esta iniciativa na prestação de serviços à população. Para conhecer de perto a experiência baiana em PPPs, o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e o secretário da Saúde daquele Estado, Fernando Máximo, visitaram o Hospital do Subúrbio (HS), na manhã de ontem, acompanhados do secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, e da equipe gestora do HS.

Jornada 

Em mais uma viagem para reforçar a pré-candidatura ao governo da Bahia no próximo ano, o ex-prefeito soteropolitano ACM Neto (DEM) irá, nesta semana, para a região de Guanambi. A cidade é hoje administrada pelo ex-governador baiano Nilo Coelho (DEM). Neto deve ficar sexta-feira e sábado no local, e visitará também Caetité, segundo o assessor político dele, o ex-deputado estadual Luciano Ribeiro.

De olho na Câmara

Mirando a Câmara dos Deputados, o secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates (PDT), também quer rodar o interior baiano. Prates pretende organizar palestras, em cidades interioranas, para os profissionais da Saúde. A ideia é transmitir a experiência que tem tido no comando da pasta na capital baiana.

Pesar

Foi enterrada na tarde de ontem, no Cemitério Bosque da Paz, em Salvador, Mãe Cotinha de Oxalá, a mais antiga filha de santo da Casa de Oxumarê. Ela morreu aos 99 anos, na segunda-feira, vítima de um infarto. Maria Isabel Pereira Vargas ocupava o cargo de agbalagba, desde 1983, e era considerada a anciã das anciãs da Casa de Oxumarê, um título considerado raríssimo no candomblé. Mãe Cotinha estava no candomblé há 78 anos.

Filiação

O presidente do Diretório do PP na Bahia, o vice-governador João Leão, secretário estadual do Planejamento, acolheu o prefeito Marcos Lobo, do município de Uauá, que assinou e oficializou sua filiação ao Progressistas. O deputado federal Ronaldo Carletto e o secretário Geral do partido, Jabes Ribeiro, participaram do ato. “Marcos chega para abrilhantar ainda mais o trabalho que o PP vem fazendo para transformar toda nossa Bahia. Ele é competente e um grande craque na administração pública municipal. Nós do Progressistas temos certeza que ele vem para ser um grande reforço ao partido”, disse Leão.

Casos

A Bahia registrou ontem 3.427 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,3%) e 4.054 recuperados (+0,4%). O boletim epidemiológico desta terça-feira (8) também registra 110 óbitos. Apesar de as mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram realizados ontem. Dos 1.041.351 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.007.142 já são considerados recuperados, 12.270 encontram-se ativos e 21.939 tiveram óbito confirmado. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.300.468 casos descartados e 231.467 em investigação. E

Óbitos

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 21.939, representando uma letalidade de 2,011%. Dentre os óbitos, 55,78% ocorreram no sexo masculino e 44,22% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,82% corresponderam a parda, seguidos por branca com 22,07%, preta com 15,53%, amarela com 0,42%, indígena com 0,13% e não há informação em 7,03% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 61,80%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,24%).

Vacinação

Com 3.702.880 vacinados contra o coronavírus (Covid-19), dos quais 1.571.232 receberam também a segunda dose, até as 16 horas desta terça-feira, a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Brasil

O Brasil registrou ontem 2.378 óbitos causados pela covid-19, de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Com os registros, 476.792 vidas foram perdidas para a doença. O levantamento do Conass, que compila dados de secretarias de Saúde dos 26 Estados e do Distrito Federal, apontou ainda 52.911 novos casos de covid-19 em 24 horas, com um total de 17.037.129 registros desde o início da pandemia.

Compartilhe