Raio Laser

Frase


Tribuna da Bahia, Salvador
21/07/2021 21:03

   

Estamos buscando aglutinar nossa base de apoio hoje para construir unidade em torno do nome do governador João Leão

Cacá Leão, deputado federal e filho do vice-governador, falando sobre a ida de Ciro Nogueira para a Casa Civil do governo Jair Bolsonaro

Articulador 

No time dos que trabalharam abertamente pela indicação de Ciro Nogueira (PP-PI) para a chefia da Casa Civil de Jair Bolsonaro, o deputado federal Cacá Leão disse ontem que o senador, que é o presidente nacional do Progressistas, tem capacidade para ocupar quaisquer ministérios, inclusive o da Casa Civil. "Ciro é presidente de um dos maiores partidos do Brasil e será grande ministro da Casa Civil", declarou Cacá. Ontem à tarde, ele dizia que Nogueira estava em viagem ao exterior e que ainda não confirmara se aceitaria o convite. "Nada foi oficializado ainda", chegou a afirmar o deputado baiano, acrescentando que a ida de Nogueira para a Casa Civil não altera a configuração de forças na Bahia, onde o partido busca aglutinar siglas para lançar a candidatura ao governo do vice-governador João Leão.

Subaproveitado 

Um vereador de Salvador próximo do secretário de Relações Institucionais de Rui Costa, Luiz Caetano, disse que sentiu esta semana o ex-deputado e ex-prefeito de Camaçari levemente desanimado. Segundo ele, Caetano, conhecido pela personalidade forte e aguerrida, estaria dando mostras de que tem tido pouco espaço no governo para fazer o que mais gosta: política.

Dificílimo

O governador Rui Costa (PT) chegou a um evento ontem em Salvador tão mal humorado que mal cumprimentou os deputados federais e estaduais com um bom dia. O mal estar, como não poderia deixar de ser, foi geral e, ainda enquanto a inauguração transcorria, alguns políticos passaram abertamente a criticar Rui como uma figura de personalidade "dificílima".

Corajosa

Aliás, os repórteres que estavam próximos do local em que permaneceram os deputados, em número cada vez menor nos eventos do governo estadual, em determinado momento, abriram fogo contra até o próprio governo. Uma das vozes mais estridentes contra a maneira como o governo estadual trata os deputados foi a de uma deputada que tem fama de corajosa.

Cícero Dantas

Um grupo de vereadores de Cícero Dantas, no Agreste baiano, foi impedido por integrantes da Prefeitura de fiscalizar as obras realizadas no Hospital Luís Eduardo Magalhães que, segundo eles, têm suspeita de superfaturamento. As intervenções já consumiram praticamente todos os recursos previstos (mais de 96%) e não estão nem 50% concluídas, segundo o vereador Guilherme de Weldon.

Contra

Se depender da bancada do PT na Assembleia Legislativa, o governador Rui Costa cumpre seu mandato no governo até o final. Sob o argumento de que a eventual candidatura de Rui ao Senado embaralharia o jogo para o senador Jaques Wagner, candidato do partido ao governo, eles no fundo querem ver o governador longe da política, conforme alguns admitem nos corredores da Casa.

Influência

Entre os políticos que vêm trabalhando diretamente pelo ingresso de Jair Bolsonaro no PP está o deputado federal Cacá Leão, cujo pai, o vice-governador João Leão, tem se colocado de forma cada vez mais aberta como candidato à sucessão do governador Rui Costa, do PT, argumentando que é chegada a hora de o partido reconhecer o apoio recebido dos aliados e entregar a cabeça de chapa a ele.

Devolução

Pela não comprovação da aplicação do recursos repassados, a Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), desaprovou, em sessão ordinária, a prestação de contas do convênio 064/2014, firmado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) com a Prefeitura Municipal de Lajedão. Responsável pelo ajuste, o ex-prefeito Humberto Carvalho Torres foi condenado a devolver R$ 105 mil.  

Sem renovação

Sem citar nomes, o governador Rui Costa afirmou ontem que o PT não é o único partido que não consegue renovar os seus quadros, ao comentar sobre o senador Jaques Wagner (PT) ser novamente candidato ao governo da Bahia. “Não tem nenhum candidato novo na praça, todos outros já foram candidatos ao Parlamento e ao Executivo. Então, vai se contabilizar quem tem mais mandato?  Somando o Parlamento e o Executivo? Acho que essa pergunta caberia para todos os partidos que estão na disputa. Todos estão com nomes que já disputaram diversas vezes a eleição. Não tem um único nome novo disputando a majoritária por enquanto”, cutucou.

Só elogio?

O governador negou ainda que esteja sendo alvo de críticas por falta de articulação política. “Eu não tenho ouvido isso não. Só tenho ouvido elogios. Meus ouvidos são para trabalho e para gente conversar”, rechaçou. Descartou também a possibilidade de novas mudanças no governo. “Não, não tem nenhuma mudança prevista nos próximos dias, as mudanças que estão ocorrendo são as normais de avaliações cotidianas do governo, mas não tem reforma prevista não”, pontuou.

No interior 

Aliada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a deputada estadual Talita Oliveira (PSL) tem cumprido uma intensa agenda no Sudoeste e no Sul da Bahia desde o início desta semana. Em seu roteiro, a parlamentar já visitou Itambé, Itapetinga, Itaju do Colônia, Itororó, Firmino Alves, Santa Cruz da Vitória, Jussari, dentre outros municípios. “Esse é um dos compromissos do nosso mandato: ir até onde o povo pede por ajuda e trabalhar duro pela sua resolução”, disse Talita.

Representação

A Câmara Municipal de Cairu representou contra a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) no Ministério Público da Bahia (MP-BA), por conta da falta de fornecimento de energia elétrica no município desde a última segunda-feira. De acordo com o presidente  da Câmara de Cairu, Diego Meireles, a falta de energia elétrica casou incomensuráveis danos a toda comunidade local. “Transformou a vida dos moradores em um verdadeiro caos, comprometendo toda a economia local, bem como a adequada qualidade de vida da população, caracterizando-se evidente dano coletivo que deve ser apurado e responsabilizado pelo Ministério Público”, declarou.

Repercussão

Após o senador Jaques Wagner (PT) minimizar a pesquisa de intenção de voto para o governo da Bahia, em que aparece em segundo lugar, com 27%, atrás de ACM Neto (DEM), o deputado estadual Alan Sanches (DEM) disse que o PT "não abre mão da hegemonia e que não tem nome para a disputa. Enquanto ACM Neto fez um excelente governo por oito anos na capital baiana, alcançou o título de melhor prefeito do Brasil por oito vezes, está percorrendo a Bahia", declarou, arrematando que o democrata nesse processo está preparando minuciosamente seu plano de governo. “E os baianos já estão percebendo todo esse empenho e o resultado virá nas urnas”.  

Filiados

O Partido dos Trabalhadores da Bahia (PT-BA) registrou um aumento de 3.791 filiações ao diretório estadual de abril a 1º de julho deste ano. Somente no dia 1º de julho, foram 2.182 novas filiações. As cidades que mais registaram crescimento foram Salvador (1.235), Lauro de Freitas (189), Maragojipe (173), Camaçari (86), Feira de Santana (60) e Alcobaça (57). O aumento da busca pela filiação ao PT Bahia a partir do mês de abril se deu após a retomada dos direitos políticos do ex-presidente Lula, que teve um efeito imediato no número de novos filiados em todo o país.

Marca

A Bahia ultrapassou nesta quarta-feira (21) a marca de 6 milhões de vacinados com a primeira dose ou dose única de imunizante contra a Covid-19. Isso representa 53,95% da população baiana com 18 anos ou mais, estimada em 11.148.781. São ao todo 5.774.794 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose, dos quais 2.208.542 receberam também a segunda aplicação, e mais 241.053 vacinados com o imunizante de dose única, até as 16 horas desta quarta-feira.

Casos

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.088 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,3%) e 2.600 recuperados (+0,2%). O boletim epidemiológico desta quarta-feira (21) também registra 53 óbitos. Dos 1.178.355 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.143.706 já são considerados recuperados, 9.292 encontram-se ativos e 25.357 tiveram óbito confirmado. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.414.291de casos descartados e 231.440 em investigação.

Mortes

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 25.357, representando uma letalidade de 2,15%. Dentre os óbitos, 55,75% ocorreram no sexo masculino e 44,25% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,90% corresponderam a parda, seguidos por branca com 22,50%, preta com 15,33%, amarela com 0,41%, indígena com 0,14% e não há informação em 6,72% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 59,95%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (72,61%).

Brasil

O Brasil registrou 1.388 novas mortes pela covid-19 ontem, sem incluir os dados do Rio Grande do Norte, que não divulgou o boletim das últimas 24 horas. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, continua com tendência de queda e abaixo das 1,2 mil mortes diárias, em 1.170. Esse é mesmo patamar observado no final de fevereiro deste ano. A última vez que a média ficou abaixo desse nível foi no dia 26 daquele mês.

Compartilhe