Raio Laser - edição do dia - 09/02

Frase


Tribuna da Bahia, Salvador
08/02/2021 20:33

   

O auxílio emergencial tem um limite. Já se fala em possíveis novas parcelas do auxílio emergencial

Presidente Jair Bolsonaro

Chora, Maia! (Rodrigo Maia)

O ex-presidente da Câmara Federal não consegue absorver a derrota. Ainda ressentido, Rodrigo Maia declarou ao jornal Valor Econômico que "ACM Neto entregou nossa cabeça numa bandeja para o Palácio do Planalto”. Referia-se ao fato de o presidente do DEM não ter apoiado o candidato oposicionista Baleia Rossi (MDB-SP) para a presidência da Câmara. Arthur Lira saiu-se vitorioso do pleito com 302 votos.

Reunião (Luiz Henrique Mandetta)

O DEM marcou uma reunião para o próximo dia 24, em Brasília, após o presidente do partido, ACM Neto, declarar que a legenda não descarta apoiar à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2022. A fala de Neto precipitou discussões internas sobre as eleições presidenciais - e pré-candidatos, como Luiz Henrique Mandetta, avaliam deixar a legenda.

Em defesa (Bruno Reis)

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), defendeu o aliado ACM Neto após as críticas do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Maia atribui a derrota do seu candidato à presidência da Casa, Baleia Rossi (MDB), a Neto. “Acho que cada um tem que ser homem para assumir suas responsabilidades nesse processo”, declarou o gestor soteropolitano. 

Natural

“É natural na política, quando alguém é derrotado, apontar algum culpado. A maioria da bancada do DEM, se ACM Neto não intervisse, iria levar o bloco formalmente para Arthur Lira. Ele tinha 16 assinaturas, excluindo três dos cinco nomes da Bahia, sendo que dois não votavam em Baleia em hipótese alguma, por divergências públicas com Maia, no caso Elmar Nascimento e Arthur Maia. Imagine, tinham assinaturas para mudar de bloco. Como iria ficar a situação de Maia? Então Neto, entendendo que o partido estava dividido, decidiu não formalizar um bloco e liberar os deputados para votarem em quem quiserem”, disse Reis.

Popularidade

Pesquisa XP/Ipespe mostra que segue em trajetória crescente a reprovação à gestão do presidente Jair Bolsonaro. O grupo dos que consideram a administração ruim ou péssima passou de 40% em janeiro para 42% neste mês. No mesmo sentido, oscilou de 32% para 30% os que veem o governo como bom ou ótimo. Este é o quarto levantamento consecutivo em que há aumento na avaliação negativa, que cresce desde outubro, quando atingia 31%. A alta na reprovação é impulsionada principalmente pelo grupo dos mais pobres (entre os que ganham até dois salários mínimos ela saltou de 39% para 45%) e pelas regiões Norte-Centro-Oeste (32% para 40%) e Nordeste (43% para 48%).

Aulas

Vereadores das bancadas do governo e da oposição debateram o retorno às aulas presenciais em Salvador, na 2ª Sessão Ordinária da 19ª Legislatura da Câmara Municipal, na tarde de ontem. A sessão semipresencial a partir do Plenário Cosme de Farias foi conduzida pelo presidente da Casa, vereador Geraldo Júnior (MDB). Pelo bloco governista, os vereadores Alexandre Aleluia (DEM), Ricardo Almeida (PSC) e Claudio Tinoco (DEM) defenderam o retorno às aulas presenciais. Representantes da bancada de oposição, os vereadores Sílvio Humberto (PSB) e Laina Pretas por Salvador (PSOL) mostraram argumentos contrários ao retorno das atividades escolares na capital baiana.

Combustíveis (Jaques Wagner)

O senador Jaques Wagner (PT) criticou ontem o reajuste da gasolina e do diesel, anunciado pela Petrobras. Até mesmo o presidente Jair Bolsonaro chegou a demonstrar descontentamento com o fato. "Mal começou o ano e já temos o 3º reajuste da gasolina e 2º do diesel em 2021. Essa é política econômica do governo federal: garante os lucros dos acionistas privados e sacrifica ainda mais a vida e o trabalho do povo, como dos caminhoneiros, taxistas e motoristas de aplicativos", disse Wagner, no Twitter.

Favorito

O prefeito de Amargosa, Júlio Pinheiro (PT) desponta para ser o candidato a vice-presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) na chapa de Zé Cocá (PP). O petista, bastante próximo da discussão, compôs o colegiado formado pelo PT que decidiu abrir mão da cabeça de chapa na instituição. Além disso, conta em favor de Júlio o destaque que ele ganhou no combate à pandemia, negociando vacinas direto com o Instituto Butatan, em São Paulo. Porém, ele precisa vencer a vontade do governo, que tem mais simpatia por Cacá, prefeito de Miguel Calmon.

Cruz das Almas (Pedro Tavares)

O deputado estadual Pedro Tavares (DEM) lamentou a ocorrência de dois incêndios, em menos de uma semana, em Cruz das Almas e voltou a reiterar a necessidade de o governo do estado instalar uma Unidade do Corpo de Bombeiros na cidade. Depois da grande ‘queimada’, com causa ainda desconhecida, na Mata de Cazuzinha, na última quinta-feira, ontem, mais um incêndio ocorreu no município. Dessa vez, equipes do 16° Grupamento de Bombeiros Militar (16°GBM/Santo Antônio de Jesus) levaram cinco horas para debelar o fogo que atingiu o depósito do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit). Antes mesmo desses fatos, Tavares apresentou indicação na Assembleia Legislativa da Bahia solicitando ao Governo a instalação de Corpo de Bombeiros, em Cruz das Almas. 

Novos leitos

A capital baiana ganhará mais 20 leitos de UTI para tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus até a próxima sexta-feira (12), segundo o prefeito Bruno Reis (DEM). O local onde ficarão os novos leitos será divulgado em breve. A iniciativa ocorre após a Prefeitura autorizar a retomada do funcionamento de teatros, cinemas e casas de espetáculos, além de ampliar o horário dos shopping centers. Desse modo, destacou o prefeito, o objetivo é trazer mais segurança a essas flexibilizações, coibindo riscos de colapso no sistema de saúde.

Investimentos

A Bahia investiu R$ 14,9 bilhões entre 2015 e 2020, mantendo o segundo lugar no país nesta categoria relevante de gasto público que se traduz em ampliação da infraestrutura e do alcance dos serviços públicos e ainda em geração de empregos e renda em períodos de crise econômica como os registrados nos últimos seis anos. O governo baiano mais uma vez ficou atrás apenas do paulista em totais investidos, mas à frente deste em termos proporcionais: com orçamento cinco vezes maior, São Paulo investiu R$ 45,6 bilhões, ou seja, três vezes mais que a Bahia.  O Rio de Janeiro, cujo orçamento é quase duas vezes o da Bahia, investiu R$ 13,4 bilhões desde 2015 e ficou em terceiro no ranking.

Flexibilização

A Prefeitura autorizou o retorno do funcionamento de cinemas, teatros e casas de espetáculo em Salvador, respeitando todos os protocolos de segurança sanitária de combate à Covid-19. Além disso, o horário de funcionamento dos shoppings centers foi ampliado para 10h às 22h, de segunda a sábado. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Reis nesta segunda-feira (8), no 5º Centro de Saúde Clementino Fraga, nos Barris, durante o início da vacinação contra o novo coronavírus para idosos acima de 85 anos. De acordo com o gestor, os cinemas, teatros e casas de espetáculo já podem funcionar a partir desta terça-feira (9).

Confirmado

O presidente Jair Bolsonaro confirmou ontem que o governo negocia o pagamento de um novo auxílio aos trabalhadores informais, que sucederá o auxílio emergencial pago desde o ano passado e cujos últimos repasses foram feitos no fim de janeiro. Ainda não há detalhes sobre as regras do benefício nem o valor a ser pago. No auxílio emergencial criado no ano passado, foram pagas três parcelas de R$ 600 até R$ 1.800 por família (os valores maiores eram destinados a famílias chefiadas por mulheres). O valor do benefício depois foi reduzido para parcelas de R$ 200 cada até o encerramento do programa.

Vacinados

Mais de 3,4 mil idosos com idades entre 80 e 89 anos já haviam sido vacinados em toda a Bahia ontem. Com a chegada de 186.200 doses da vacina contra o coronavírus (Covid-19), a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) autorizou que os 417 municípios iniciassem a vacinação de idosos nessa faixa etária. O total de vacinados no estado já supera os 291 mil baianos, sendo o segundo do Brasil em número de imunizados. Para acompanhar o avanço da imunização, acesse https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Casos

A Bahia registrou ontem 1.809 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,3%) e 1.952 recuperados (+0,3%). Dos 609.755 casos confirmados desde o início da pandemia, 586.131 já são considerados recuperados e 13.212 encontram-se ativos. Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (21,81%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (12.153,87), Itororó ((10.607,40), Itabuna (9.710,02), Muniz Ferreira ((9.444,89) e Conceição do Coité (9.104,97). O boletim epidemiológico contabiliza ainda 990.492 casos descartados e 139. 989 em investigação.


Compartilhe