Raio Laser - edição do dia - 19/02

Frase


Tribuna da Bahia, Salvador
18/02/2021 22:44

   

Como parlamentar, votarei pela soltura do deputado Daniel Silveira; pela liberdade de expressão, de opinião e pela imunidade parlamentar, direitos garantidos na Constituição Federal

Ricardo Barros, PP-PR, líder do governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados

Sem negacionistas (Rui Costa)

A classe política baiana, pelo menos a mais ilustrada, felizmente, está toda fechada com o governador Rui Costa (PT) e o prefeito Bruno Reis (DEM) em torno da defesa das medidas para conter o avanço do coronavírus na Bahia, um risco que levou o chefe do Estado baiano a decretar toque de recolher a partir de hoje. Ontem, por exemplo, o presidente da Assembleia Legislativa, Adolfo Menezes (PSD), fez questão de destacar que o retorno às aulas não pode acontecer agora, justo quando a curva da contaminação e de óbitos em decorrência da Covid-19 chega ao ponto mais elevado, comprometendo o atendimento nas redes particular e pública de saúde. Ele disse compreender a aflição dos pais e ser solidário, pois haverá uma indesejável lacuna no aprendizado e mesmo na socialização de todos os estudantes que vivenciaram a pandemia, mas insiste que tudo pode ser mitigado, contornado, e até o tempo perdido pode ser recuperado, menos a saúde e a vida.

Imunização (Jean Sacramento)

Quem tem se desdobrado para ajudar em situações emergenciais na Prefeitura é o Ouvidor Geral, Jean Sacramento. Além de ter voltado a estrutura do órgão para ajudar na vacinação em Salvador, ele próprio tem acompanhado o cumprimento das medidas determinadas pela secretaria municipal de Saúde para dar conta da demanda por imunização na capital baiana, adotando uma postura proativa de ajuda ao prefeito que nunca se viu na Ouvidoria.

Posse (Emiliano José)

O jornalista e ex-deputado federal Emiliano José (PT) tomará posse, de forma virtual, na Academia de Letras da Bahia (ALB) na vaga do historiador Luiz Henrique Dias Tavares, morto em junho do ano passado. O evento online está previsto para ser realizado no dia 19 de março, às 19h. Reconhecido pelos acadêmicos por sua trajetória e obra, Emiliano José possui 16 livros publicados e contou recentemente à Associação Bahiana de Imprensa (ABI) que acredita que foi o jornalismo que o gabaritou para assumir a posição.

Feio

Ficou feio para a mulher de um vereador de Salvador que pertence à base ter participado, como ativista atuante, de um movimento que organizou um protesto em frente à casa do prefeito Bruno Reis (DEM) pela volta às aulas. Mesmo porque ela teve o cuidado de não defender a proposta insensata quando o prefeito era ACM Neto (DEM), apesar de estar no mesmo movimento desde o ano passado, quando alguns manifestantes foram pelo menos duas vezes na frente da casa do democrata.

E a vacinação?

Aliás, o mais curioso é ver gente gabaritada, em geral com nível superior, pregando com virulência a volta às aulas, mas, ao mesmo tempo, não abrir a boca para reivindicar a vacinação em massa na sociedade, única forma de proteger professores e alunos e, consequentemente, seus familiares, e oferecer condições para a retomada mais segura da economia.

Na Embasa

Se a preocupação com a reacomodação do ‘amigo’ Walter Pinheiro seria um motivo para o vice-governador João Leão (PP) rejeitar o convite para assumir a secretaria estadual de Planejamento, ele pode agora ficar tranquilo. No governo, dá-se como certo que Pinheiro pode deixar o comando da pasta para uma diretoria de uma empresa estadual, a exemplo da Embasa ou mesmo da Conder, no caso de Rui Costa decidir colocar Leão na Seplan.

Escape? (Marcelo Nilo)

Coordenador da bancada baiana no Congresso Nacional, o deputado federal Marcelo Nilo (PSB) visitou ontem o governador Rui Costa (PT) e o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM). A função, segundo ele, não deu espaço para conversas políticas, mas observadores da política vêm no movimento a abertura de um caminho que pode servir como “válvula de escape” para as queixas de Nilo ao lado de petistas.

Retomada da Educação 1

Diante das incertezas que permeiam as discussões sobre a retomada das aulas presenciais em Salvador, a Comissão de Educação e a Ouvidoria da Câmara Municipal promovem hoje, às 10h, uma audiência pública virtual para debater o tema. O debate remoto será conduzido pela presidente da Comissão de Educação da Câmara de Salvador, vereadora Cris Correia (PSDB), e pelo ouvidor-geral da Casa, vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB).

Retomada da Educação 2

A vereadora Marcelle Moraes (DEM) utilizou as redes sociais para protestar quanto à indefinição do retorno das aulas presenciais na Bahia. De acordo com a parlamentar, a continuidade do modelo de ensino remoto prejudica principalmente os estudantes de famílias mais carentes, que não dispõem de uma estrutura adequada para o acompanhamento das aulas online.

Volta às aulas

Diante das incertezas que permeiam as discussões sobre a retomada das aulas presenciais em Salvador, a Comissão de Educação e a Ouvidoria da Câmara Municipal promovem hoje às 10h, audiência pública para debater o tema. O debate será conduzido pela presidente da Comissão de Educação, vereadora Cris Correia (PSDB), e pelo ouvidor da Casa, vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB).

Sem moral (Alexandre Aleluia)

O vereador Alexandre Aleluia (DEM) parece não ter gostado nada da nomeação do deputado federal João Roma (Republicanos) para o Ministério da Cidadania. O legislador democrata não se manifestou publicamente. Para observadores políticos, apesar de ser bajulador da família Bolsonaro, Aleluia deve perder o posto de representante do governo federal na Bahia para Roma.

Debate virtual

Vai acontecer em Salvador amanhã às 9h, o Seminário do Conselho Político do mandato de deputado federal e vice-líder da minoria na Câmara, Afonso Florence (PT). O evento será virtual e contará com as participações da presidenta nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-RS), do presidente estadual do PT da Bahia, Éden Valadares, e do senador e pré-candidato a governador da Bahia pelo PT, Jaques Wagner, entre outros parlamentares, prefeitos e dirigentes do partido no estado.

Sem piora

A descoberta de um novo tumor no fígado do prefeito Bruno Covas, anunciada nesta quarta-feira, 17, não muda o prognóstico da doença, afirmou ao Estadão o oncologista Tulio Eduardo Flesch Pfiffer, membro da equipe médica do Hospital Sírio-Libanês que trata o prefeito. De acordo com o especialista, trata-se de uma metástase que, embora não desejada, ocorre "com uma certa frequência" em casos como o de Covas. Pfiffer afirmou que a nova lesão não piora o quadro, pois o prefeito já havia tido uma metástase também no fígado que pôde ser eliminada com quimioterapia. "Em outubro de 2019, quando ele descobriu o câncer, ele já tinha uma metástase no fígado. Ele fez as sessões de quimioterapia e a resposta foi completa e sustentada. O resultado foi muito bom. A descoberta dessa nova lesão não piora o cenário.Esperamos que ocorra o mesmo agora", explicou Pfiffer. Ele contou ainda que o tumor recém-descoberto no fígado é "bem menor" do que o detectado no mesmo órgão em 2019.

Volta às aulas

Diante das incertezas que permeiam as discussões sobre a retomada das aulas presenciais em Salvador, a Comissão de Educação e a Ouvidoria da Câmara Municipal promovem nesta sexta-feira (19), às 10h, uma audiência pública virtual para debater o tema. O debate remoto será conduzido pela presidente da Comissão de Educação da Câmara de Salvador, vereadora Cris Correia (PSDB), e pelo ouvidor-geral da Casa, vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB). Haverá transmissão ao vivo pela TV Câmara Salvador - no canal aberto 12.3 -, no portal da Câmara (www.cms.ba.gov.br), no Facebook/@tveradiocam e pela Rádio Câmara (105,3).

Óbitos

Ontem, o boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) sobre a Covid-19 registrou 67 óbitos. Apesar das mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados hoje. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 10.995, representando uma letalidade de 1,71%. Dentre os óbitos, 56,55% ocorreram no sexo masculino e 43,45% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,20% corresponderam a parda, seguidos por branca com 20,31%, preta com 14,45%, amarela com 0,59%, indígena com 0,15% e não há informação em 9,30% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,58%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,32%).

Casos

A Bahia registrou ontem 4.017 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,6%) e 3.259 recuperados (+0,5%). Dos 643.244 casos confirmados desde o início da pandemia, 615.962 já são considerados recuperados e 16.287 encontram-se ativos. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.012.728 casos descartados e 148.443 em investigação. 41.685 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinados

Com 398.850 vacinados contra o coronavírus (Covid-19), dos quais 22.298 receberam também a segunda dose, até as 15 horas desta quinta (18), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.


Compartilhe