Raio Laser - edição do dia - 25/02

Frase


Tribuna da Bahia, Salvador
24/02/2021 21:17

   

Deixe essa burocracia chata que não serve para nada e vem para cá você também, January. Venha prender o Lula

Deltan Dallagnol, chefe da Operação Lava Jato à época, durante uma conversa com o procurador Januário Paludo no dia 15 de setembro de 2016

Impacto (João Roma)

A presença significativa de prefeitos, especialmente do DEM, na posse de João Roma como ministro da Cidadania surpreendeu ontem a classe política baiana, que acorreu em peso para a festa realizada com a presença do presidente Jair Bolsonaro, da primeira-dama, Michele, e do antecessor no cargo, Onix Lorenzoni. A avaliação geral era a de que Roma chega no ministério fortalecido por uma relação que parece ser do máximo interesse do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), determinado a acompanhar a política baiana de perto, e cercado de expectativas entre políticos, especialmente prefeitos e outros representantes municipais, sobre o papel que desempenhará no ministério e, claro, no universo eleitoral do Estado a partir de agora.

Isenção

Além da curiosidade para ver a representatividade do evento, deputados do DEM da Bahia manifestavam ontem à tarde interesse em dar uma prestigiada na posse do novo ministro da Cidadania, João Roma. Alegavam que não podiam brigar com o homem que controlará a chave do cofre dos programas sociais do governo por causa do desentendimento do ex-prefeito ACM Neto, que também é o presidente nacional do partido, com ele.

Recuperação (Fábio Vilas-Boas)

O secretário da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Fábio Vilas-Boas, permanecia internado ontem, em leito clínico no Hospital Aliança, em Salvador, assistido pelo pneumologista Sérgio Jezler e pelo infectologista Roberto Badaró. Conforme nota divulgada pela pasta, Vilas-Boas “Evoluiu bem durante a noite, sem febre, com resposta satisfatória aos medicamentos”. “Segue dependente de oxigênio por cateter nasal. Ainda não há previsão de alta”, acrescenta o comunicado. Há grande torcida, em toda a sociedade baiana, pela recuperação de Villas Boas.

Expurgado

Por falar no secretário de Saúde, circula nas redes sociais um card produzido por um pretenso político da capital, que foi expurgado pelas urnas nas últimas eleições, fazendo uma comparação infeliz entre seu estado de Saúde e a do presidente Jair Bolsonaro, que não precisou ser internado. A iniciativa é de tão baixo nível e gosto que o seu autor não merece nem menção, apenas repúdio por tamanha degradação.

Comemoração (Adolfo Menezes)

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Adolfo Menezes, comemorou com alegria a decisão do Supremo Tribunal Federal de autorizar estados e municípios a comprarem e distribuírem vacinas contra a Covid-19. “É uma decisão importantíssima, porque o governo federal, por incompetência, não está cumprindo o cronograma de vacinação. Por exemplo, enquanto os Estados Unidos já imunizaram 60 milhões de pessoas, no Brasil ainda não chegamos a 6 milhões, sem contar que os americanos vivem um Inverno rigoroso", disse Menezes.

Reforço (Jean Sacramento)

O presidente municipal do Patriotas, Jean Sacramento, teve uma recepção calorosa da direção nacional da legenda, ontem, em Brasília, no primeiro encontro com o grupo desde a eleição municipal do ano passado. Reconhecido à força adquirida pelo Patriotas em Salvador, onde foram eleitos três vereadores, o presidente nacional da sigla, Adilson Barroso fez questão de declarar que, além dele, todo o comando do partido ficou satisfeito com o resultado eleitoral do Patriotas em Salvador.

Grupo

“Vocês têm um presidente, um secretário de articulação política e um vice-presidente que estão orgulhosos com os seus desempenhos em Salvador. Contem comigo sempre!", afirmou Barroso. Jean, que é também Ouvidor Geral de Salvador, viajou a Brasília com os vereadores Sandro Bahiense e Átila do Congo. Eles se reuniram com Barroso e o Secretário de Articulação Nacional, Nilton Silva.

Anvisa

Até entre oposicionistas do governo federal, o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, causa boa impressão pelo seu equilíbrio e seriedade. Ontem, falando à CNN ele ressaltou a boa sintonia que tem havido entre governos, para a compra de vacinas e sua aplicação no povo brasileiro. Lembrou ainda a postura proativa da Câmara em estimular a aquisição de vacinas pelo setor privado (para uso dos empregados), "medida que vai aliviar o SUS", enfatizou. Merece respeito.

Manifestação

Curiosas as manifestações na terça-feira à noite em toda a Salvador - e quiçá, no resto do país - por conta da eliminação da rapper Karol Conká, do BBB. Até bombas e outros fogos de artifício foram soltados em bairros elegantes da cidade comemorando a saída da artista do reality da Globo. Não se vê a mesma garra da sociedade para cobrar, por exemplo, a vacinação contra a Covid 19.

Operação Mão-Dupla 1

Enquanto integrantes da "Operação Mão Dupla" davam entrevista, alguns dados de bastidores eram revelados. Soube-se assim que há um ano e meio as investigações começaram,revelando como o nome do IMIC foi usado para desvios no Detran. Os valores apurados superam aos R$19  milhões ontem declarados. Por falta de elementos comprobatórios, outros R$ 40 milhões identificados ainda poderão "engrossar" a denúncia, atingindo "novos beneficiários" dos recursos públicos.

Operação Mão-Dupla 2

Falou-se também da participação de "free-lancers", contratados com um cachê de R$ 200,00 por fim-de-semana, que saiam numa kombi pelo interior do Estado, tirando fotos em salas de aulas como se palestrantes fossem, mas sempre trocando a roupa para despistar quando da apresentação da fatura. E assim, como estas, muitas e muitas "estórias" ainda poderão vir à baila, manchando imagens até então inexpugnáveis.

Roberto Santos 1

A morte do ex-governador da Bahia, Roberto Santos completa 15 dias ontem. Para homenagear a trajetória do político, o vereador Emerson Penalva (Podemos) solicitou ao prefeito Bruno Reis a implantação de um busto do ex-governador na entrada do bairro de Mussurunga. A indicação do edil atende a um pedido dos moradores do bairro para condecorar o político contrário às ações de desapropriação da região na década de 1970.

Roberto Santos 2

“O ex-governador Roberto Santos tem uma grande história e merece ser homenageado de todas as formas. Teve uma vida política marcada por grandes realizações e voltadas para o social em toda a Bahia. Podemos destacar a contribuição para a criação do Sistema Único de Saúde, que hoje é um modelo de serviço público para outros países e tendo papel fundamental no combate à pandemia do coronavírus”, defendeu Penalva.

Leilão

A Secretaria da Administração da Bahia vai realizar um leilão de bens públicos, avaliados em R$ 539,5 mil, amanhã. No total, serão apregoados 84 lotes, contendo veículos, mobiliário, materiais de informática e outros produtos. O leilão será realizado de forma virtual e os lances já podem ser ofertados, antecipadamente através da internet. O evento virtual será transmitido pelo site, a partir das 9h30, sob o comando do leiloeiro oficial Paulo Cezar Rocha Teixeira.

Vacinação

Um avião com 129,5 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca chegou ao aeroporto de Salvador ontem. As doses chegaram em um voo comercial, foram transferidas para um veículo e levadas para a sede do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar. Lá, as vacinas são conferidas, antes de serem distribuídas.

Briga virtual

O projeto que autoriza empréstimo de R$ 500 milhões para a Embasa, que deve ser votado hoje pela ALBA, foi o gatilho para um “pito” dado pelo deputado Sandro Régis (DEM), líder da oposição, no parlamentar Marquinho Viana (PSB). Na última terça, o socialista se queixou do pedido de vistas feito pela oposição para avaliar melhor a proposta, ao dizer que o empréstimo é importante para que a Embasa faça "obras que o estado precisa". Régis disse que Viana usou o microfone para fazer politicagem e afirmou que o colega "fez discurso político para emparedar os deputados de oposição". "Não vou admitir que Marquinho Viana nem nenhum deputado venha fazer discurso populista em cima da bancada da oposição", bradou.

Aulas presenciais

O vereador Claudio Tinoco (Democratas) apresentou o projeto de lei 56/2021 propondo que a oferta de aulas presenciais na rede pública e privada de Salvador torne atividade de natureza essencial, ou seja, que elas não possam ser suspensas ou interrompidas. O projeto de lei prevê a criação de um regulamento para o funcionamento das atividades essenciais e destaca que a natureza essencial das aulas de forma presencial ou via remota deve ser levada em conta inclusive durante estado de calamidade, como ocorre durante a pandemia do coronavírus.

Casos

A Bahia registrou ontem 4.398 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,7%) e 3.659 recuperados (+0,6%). Dos 664.904 casos confirmados desde o início da pandemia, 635.265 já são considerados recuperados e 18.251 encontram-se ativos. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.025.368 casos descartados e 154.896 em investigação.

Óbitos

Ontem foram registradas 68 mortes e o número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 11.388, representando uma letalidade de 1,71%. Dentre os óbitos, 56,66% ocorreram no sexo masculino e 43,34% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,21% corresponderam a parda, seguidos por branca com 20,38%, preta com 14,59%, amarela com 0,57%, indígena com 0,15% e não há informação em 9,11% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,53%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,48%).

Vacinados

Com 420.792 vacinados contra o coronavírus (Covid-19), dos quais 82.042 receberam também a segunda dose, até as 15 horas desta terça, a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Brasil

O  Brasil registrou 1.428 mortes em decorrência do novo coronavírus ontem, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde. Com isso, chega a 249.957 o número total de óbitos pela doença no País. Segundo levantamento feito pelo consórcio de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde, no entanto, o Brasil já superou nesta quarta a marca dos 250 mil mortes, registrando 250.036 óbitos. Os números divulgados pelo ministério apontam que foram contabilizados ontem 66.588 novos casos de covid-19 no País, elevando o total de casos a 10.324.463.


Compartilhe