Raio Laser - edição do dia - 29/03

Frase


Tribuna da Bahia, Salvador
28/03/2021 22:58

   

Não é com lei, obrigando as pessoas a usar máscaras e multando as pessoas na rua que vamos resolver esse problema, é uma questão de conscientização. Cada um tem que saber seu papel de ajudar as autoridades municipais, estaduais e federais a pôr um fim nessa pandemia

Marcelo Queiroga, novo ministro da Saúde do Governo Bolsonaro

Apoio (Adolfo Menezes)

Prestes a completar dois meses à frente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o presidente Adolfo Menezes (PSD) tem se notabilizado por ajudar nas pautas do governo estadual na Casa sobretudo no enfrentamento à pandemia. Ele acredita que falta jogo de cintura nas relações políticas do governo Rui Costa (PT), mas pondera que a crise decorrente do novo coronavírus atrapalha o desempenho do petista nessa área. “Precisaria, talvez, azeitar mais as relações políticas, o que nossos colegas se queixam mais. Claro que tem aí quase um ano, o governador dia e noite, os cabelos ficando mais brancos, além dos problemas do Estado, tem a pandemia. Temos nossa arrecadação como 20ª do Brasil, recebemos menos que Sergipe. A Bahia é um Estado muito pobre, veja a cabeça do governador quando iniciou, seis anos atrás, e veja hoje”, compara.

Proteção divina (Kátia Abreu)

Sob imensa pressão depois dos desacertos no Itamaraty o chanceler Ernesto Araújo mirou ontem suas baterias em quem não devia - a senadora Kátia Abreu, presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, que reagiu na tampa. Agora, não tem mais jeito. Dizem no Senado que, quem brinca com a senadora, deve se preparar para a rebordosa espiritual.

Consternação

O caso do policial militar que fez ontem, no Farol da Barra, vários disparos até ser atingido por colegas do BOPE, numa operação que durou praticamente da tarde até a noite, levou imensa consternação à corporação. Representantes dos militares, como o deputado Soldado Prisco, chegaram a defender que a polícia deveria paralisar em protesto contra a morte do militar.

Lamentável

Deputados de oposição cobravam ontem um posicionamento do governador Rui Costa (PT) em relação à morte do PM no Farol da Barra. Muitos lembravam que Rui também não se posicionou sobre a morte de um garoto de 9 anos, por bala perdida atribuída à PM, no Vale das Pedrinhas, enquanto brincava na porta de casa, o que consideravam lamentável.

Para o alto

Policiais militares efetuaram disparos de arma de fogo para o alto no início da noite de ontem para supostamente impedir a cobertura da imprensa no caso do PM que "surtou" no Farol da Barra, em Salvador. O soldado, que não teve a identidade revelada, foi atingido por disparos efetuados por colegas. Anteriormente, o PM havia atirado na direção de outros policiais que estavam no local.

Segurança

Aliás, o prefeito ACM Neto (DEM) não só lamentou a morte da criança, como ainda disse que é hora de repensar a política de segurança pública no Estado, dando a entender que está disposto a topar o desafio de encampar uma discussão que resulte na melhoria da atuação da polícia militar, ele que é candidatíssimo a governador da Bahia.

Protesto (Prisco)

O deputado estadual Soldado Prisco (PSC) protestou ontem contra a ação da policial militar que baleou o agente que estava em surto na Barra, em Salvador. Desde o início da tarde, o PM empunhava uma arma e fazia disparos para o alto. Para Prisco, a ação foi truculenta e desnecessária. “Por mim, parava tudo [operação da PM]. O que fizeram não tem lógica. O governo que prega direitos humanos massacrou o policial. O PM estava doente. Não tinha necessidade disso, na Barra, coração de Salvador. O governo tem que ser responsabilizado. Prega direitos humanos e fez isso”, bradou.

Ele fica (Luciano Huck)

O apresentador Luciano Huck não irá se candidatar à presidência da República em 2022. A informação foi publicada pelo colunista Guilherme Amado, da revista Época. Segundos fontes da coluna, o global deve seguir na TV. Luciano Huck é especulado como o provável substituto de Fausto Silva, que deixa o comando do Domingão do Faustão no final deste ano.

Marcou ponto! (João Roma)

Aparecida (SP) é uma das muitas cidades do Brasil gravemente atingidas pela pandemia. Não tendo uma só Indústria, vive do comércio e serviços, em função dos milhares de romeiros que visitam sua Basílica. Sem público, ficaram todos sem renda, chegando até a passar fome. Sem alternativa, o prefeito Luís Carlos Siqueira foi à Brasília, sendo recebido "fora da agenda" pelo ministro da Cidadania, João Roma. Resultado: sexta-feira, 300 toneladas de alimentos lá chegaram, para atender 7 mil famílias, dentro do "Programa Brasil Fraterno" lançado pelo primeira-dama, Michele Bolsonaro. Outros atendimentos estão programados.

Grupo BB

O Business Bahia em parceria com a BP Money e a BP Investimentos promoverá no dia 31, às 17h, um evento exclusivo com a presença de Erich Decat, sócio e analista político da XP.

O tema da palestra será “Cenário político e as reformas no Congresso Nacional”. 

O evento terá também a presença de Carlos Falcão, líder do BB, Nicolau Eloy sócio da BP Money e André Luzbel, sócio da BP Investimentos.

Desculpas

Após solicitar mais engajamento de artistas e influenciadores digitais no combate a pandemia do coronavírus (Covid-19) em uma postagem no Twitter, o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, utilizou a mesma rede social para se desculpar com o segmento na tarde deste domingo (28). "Quero deixar claro meu total respeito e admiração pelo mundo artístico e cultural. São pessoas que muito contribuíram e contribuem com a sociedade e, neste momento, entendo que passam por um momento extremamente delicado em virtude da pandemia", disse Vilas-Boas, ao complementar ainda que "se fui mal interpretado, peço desculpas. Nessa luta diária contra esse inimigo invisível, trabalhamos incansavelmente para salvar vidas, porém, infelizmente, cerca de 15 mil baianos morreram. Nesta batalha diária em prol da vida, busco a união e solidariedade de toda a sociedade. Juntos somos mais fortes", finalizou o post.

CSN 1

Após nove meses de intervenção, a partir de hoje, a Prefeitura de Salvador passa a assumir oficialmente a operação do transporte público na área de abrangência da Concessionária Salvador Norte (CSN), após rompimento do contrato com a empresa diante da forte crise financeira, de graves falhas na gestão e do oferecimento do serviço à população pela concessionária.

CSN 2

Durante esses nove meses de intervenção, a administração municipal fez um estudo e o relatório demonstrou que a CSN possuía uma frota sucateada, condições precárias de trabalho e uma dívida total de R$516 milhões, distribuídas da seguinte maneira: rescisões e processos trabalhistas (R$125 milhões), tributos e outros (R$154 milhões), dívidas com o município (R$172 milhões), passivo com fornecedores (R$40 milhões), passivo com bancos (R$25 milhões).

CSN 3

Além disso, ainda segundo a gestão municipal, foram identificados casos de apropriação indébita de R$5.129.304,64; transferência de dívidas dos sócios para a CSN (todo o passivo de empresas anteriores); situação financeira insustentável; dívidas com FGTS de R$19.995.161,62; pagamento pela CSN de dívidas de sócios e de outras empresas; celebração de contratos com os próprios sócios; e faturas pagas desses contratos sem controle contábil do setor financeiro da empresa.

Perda

O pai do deputado federal baiano Ronaldo Carletto (PP), Aluyr Tassizo Carletto, morreu vítima da covid-19. "Hoje meu pai virou meu anjo da guarda. Não consigo descrever a minha tristeza e viver sem a presença do meu grande guerreiro não vai ser fácil, mas saber que ele cumpriu lindamente a sua missão e terá agora o descanso merecido, depois de tanta luta, me conforta. Te amo, meu pai! Que Deus lhe receba com todo amor que o senhor merece!", escreveu o deputado.

Repúdio

Presidenta da Comissão de Direitos Humanos e Democracia Makota Valdina, da Câmara Municipal de Salvador, a vereadora Marta Rodrigues (PT) pediu urgência na apuração e na punição, conforme a lei, dos responsáveis pela morte do garoto Ryan Andrews, 9 anos, durante ação da Polícia Militar na noite de sexta-feira (26), no Vale das Pedrinhas. “A morte da juventude negra nas periferias pela força policial ocorre todos os dias, mostrando como o sistema é opressor dentro dessas localidades e de como precisamos urgentemente mudar os rumos da política de segurança pública. A população negra convive, nesse momento de pandemia, uma situação ainda pior, pois está entre a linha do tiro e da doença”, destaca a vereadora. 

Casos

A Bahia registrou ontem 2.956 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) e 2.993 recuperados (+0,4%). O boletim epidemiológico deste domingo (28) também registra 74 mortes. Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizadas hoje. Dos 794.437 casos confirmados desde o início da pandemia, 763.504 já são considerados recuperados, 15.973 encontram-se ativos e 14.960 tiveram óbito confirmado. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.116.464 casos descartados e 182.310 em investigação. 

Mortes

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 14.960, representando uma letalidade de 1,88%. Dentre os óbitos, 55,76% ocorreram no sexo masculino e 44,24% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,87% corresponderam a parda, seguidos por branca com 21,38%, preta com 15,20%, amarela com 0,50%, indígena com 0,13% e não há informação em 7,91% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 67,98%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,00%).

Vacinados

Com 1.372.529 vacinados contra o coronavírus (Covid-19), dos quais 307.581 receberam também a segunda dose, até as 15h deste domingo, a Bahia é um dos estados do país com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.


Compartilhe