Saúde de Salvador contrata Pazuello

Por Jolivaldo Freitas*


Tribuna da Bahia, Salvador
27/04/2021 19:41

   

Claro que é fake. Mas, até parece, senão vejamos: na sexta-feira passada o secretário de Saúde do município disse na TV que iria ampliar o número de locais para atender ao público que tinha de tomar a segunda dose da vacina, pois eram muitas as queixas de idosos e parentes dos velhos que estavam – e ainda estão – penando nas filas. Teve até uma lista que saiu nos jornais e o povo que já fica achando que não precisa tanto assim de mais uma dose (ainda mais que dizem que não pode tomar uma birita pra não estragar a vacina) viu que ali estava um alento. Novos postos, mais locais, menos filas, uma boa. 

Mas não foi assim. Quem estava dando segunda dose para vacinação em drive thru tinha filas monstruosas, como no Shopping Bela Vista ou no PAF de Ondina ou lá no Centro de Convenções. Agora, pasme minha senhora e meu senhor, cara criança: enquanto isso vários postos estavam vazios. Quem passava, vai um exemplo, depois das 11 horas de sábado no Quinto Centro estranhava, pois só de vez em quando aparecia um veículo trazendo alguém para vacinar. Totalmente vazio. Quem perguntava se estava dando a segunda dose ficava sabendo que tinha de ir para o Centro de Saúde Ramiro de Azevedo, no Campo da Pólvora. E quem arriscava ir via uma fila que ia até a Joana Angélia. Dava uma volta. O povo tomando sol a pino no juízo. Só muito medo de morrer para poder enfrentar. 

Tenho certeza que foi uma estratégia, uma logística do general ex-ministro atabalhoado  Pazuello que a Secretaria de Saúde do Município plagiou. 

*Escritor e jornalista 

Compartilhe