Escola estadual no bairro de Brotas recebe nome de Moa do Katendê

Segundo Secretaria de Educação, alteração atende solicitação da comunidade escolar, moradores do Engenho Velho de Brotas e do movimento negro, em Salvador


Tribuna da Bahia, Salvador
18/04/2019 13:46 | Atualizado há 2 dias, 12 horas e 38 minutos

   
Foto: Valma Silva / G1 BA

Moa do Katendê recebeu mais uma homenagem na Bahia, após um colégio estadual de Salvador ganhar, nesta quinta-feira (18), o nome do mestre de capoeira que foi morto durante uma discussão política, no primeiro dia das eleições de 2018. A informação é da Secretaria de Educação da Bahia (SEC).

A unidade de ensino com cerca de 300 estudantes fica no Engenho Velho de Brotas, bairro onde Moa morava e tinha uma importante atuação cultural. Antes, o Colégio Estadual Mestre Moa do Katendê levava o nome do jornalista, empresário e fundador da Editora Abril, Victor Civita. Ele era descendente de judeus italianos, nascido nos Estados Unidos e naturalizado brasileiro.

Em novembro do ano passado, Moa já havia sido homenageado pela unidade de ensino que agora leva seu nome. Um muro da unidade ganhou um grafite que reproduz a imagem do capoeirista.

De acordo com a SEC, a mudança do nome da escola, publicada no Diário Oficial do estado desta quinta-feira, atende à uma solicitação da comunidade escolar, dos moradores do Engenho Velho de Brotas e do movimento negro.

Escola ganhou nome de Mestre Moa do Katendê e determinação foi publicada no Diário Oficial do estado nesta quinta-feira (18) — Foto: Reprodução/DOU

Escola ganhou nome de Mestre Moa do Katendê e determinação foi publicada no Diário Oficial do estado nesta quinta-feira (18) — Foto: Reprodução/DOU

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas