Ataque em Virginia Beach deixa pelo menos 12 mortos

Assassino também morreu após confronto com policiais


Tribuna da Bahia, Salvador
01/06/2019 14:42 | Atualizado há 20 dias, 10 horas e 21 minutos

   
Foto: TV NBC/Via Reuters/Direitos Reservados

Mais um tiroteio causou a morte de pelo menos 12 pessoas e ferimentos em 4 nos Estados Unidos (EUA).

O incidente ocorreu nessa sexta-feira (31) em um prédio municipal de Virginia Beach, no estado da Virginia. A polícia informou que um homem abriu fogo de modo indiscriminado enquanto se deslocava por cada pavimento do edifício.

Ele era funcionário da prefeitura e teria morrido após uma troca de tiros com a polícia.

As autoridades policiais acreditam que o homem agiu sozinho. Elas estão no processo de identificação dos mortos e tentando apurar a motivação do agressor e os detalhes do ataque.

Vítimas

Na manhã deste sábado (1), autoridades de Virginia Beach identificaram os nomes das vítimas do tiroteio em um prédio governamental da cidade da costa leste dos Estados Unidos, nesta sexta-feira (31). O ataque deixou 12 mortos e quatro feridos. O assassino morreu ao trocar tiros com policiais.

Segundo o gestor municipal de Virginia Beach, Dave Hansen, 11 vítimas eram funcionárias do governo. A 12ª vítima, segundo agências internacionais, era um empregado cobrindo uma licença. Durante a coletiva, eles mostraram imagens das vítimas e contaram um pouco da história de cada uma delas.

Hansen também afirmou que assistentes sociais trabalharam ao longo da noite para comunicar as famílias das vítimas e descreveu o trabalho como “a tarefa mais difícil a ser feita”.

Laquita C. Brown, de Chesapeake

Tara Welch Gallagher, de Virginia Beach

Mary Louise Gayle, de Virginia Beach

Alexander Mikhail Gusev, de Virginia Beach

Katherine A. Nixon, de Virginia Beach

Richard H. Nettleton, de Norfolk

Christopher Kelly Rapp, de Powhatan

Ryan Keith Cox, de Virginia Beach

Joshua A. Hardy, de Virginia Beach

Michelle “Missy” Langer, de Virginia Beach

Robert “Bobby” Williams, Chesapeake

Herbert “Bert” Snelling, de Virginia Beach

A polícia revelou também a identidade do assassino. Dewayne Antonio Craddock era engenheiro, funcionário público de Virgínia e tinha 40 anos de idade. As autoridades destacaram ainda que esta seria a única vez que o nome seria citado.

 


Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas