Geraldo Jr. diz que SD, PSC, PTB e MDB terão candidato

O vereador foi entrevistado ontem, no programa Política na Mesa, da Rádio Câmara, que completou um ano


Tribuna da Bahia, Salvador
12/06/2019 07:53 | Atualizado há 14 dias, 9 horas e 57 minutos

   
Foto: Reprodução

Por Henrique Brinco

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (SD), falou ontem sobre as chamadas "forças ocultas" que, segundo ele, atuam dentro do Legislativo municipal. "Elas tentam atrapalhar. O Estatuto da Igualdade Racial foi um exemplo disso", ressaltou, em entrevista ao programa Política Na Mesa, da Rádio Câmara Salvador. "Se eu falar quem são as forças ocultas, deixam de ser ocultas e tornam-se aparentes. E elas vão tentar de outra forma ludibriar o processo".

Sobre política, Geraldo confirmou que pode sair coligado com SD, PSC, PTB e MDB no próximo pleito municipal na capital. "Entramos nesse processo fortalecidos. Não quer dizer que Geraldo seja candidato desse grupo. Dependerá da vontade do grupo. [...] Agora, para ser candidato, tenho que demonstrar força", destacou, lembrando mais uma vez que não será candidato caso Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, decida sair como cabeça de chapa. Na entrevista, o vereador defendeu uma reforma da Lei Orgânica do Município. "Ela tem contraponto dentro da própria legislação", avaliou, ressaltando que a matéria deve entrar em votação no segundo semestre. Geraldo também falou sobre o projeto de regulamentação dos aplicativos, como Uber e 99Pop. 

Segundo o edil, a votação da matéria deverá acontecer nos próximos meses. "Sou a favor da regulamentação dos aplicativos. Mas não posso ter a sã consciência, como chefe de um poder, não posso permitir a regulamentação esquecendo dos taxistas", avalia. "A minha expectativa é de, tão logo encerre o recesso, na primeira semana de agosto levar para votação", revelou.

Ele deu um recado para o Palácio Thomé de Souza: "O modelo da Câmara Municipal mudou. E algumas pessoas não gostam da mudança. E por que mudou? Não mudou para perder a fidelidade a princípios, mas quero que cada vereador seja respeitado. Quero que quando venha Mensagem do Executivo, os vereadores sejam respeitados. Quando o prefeito ACM Neto me chamar para interlocução, irei pessoalmente. Quando nomear um interlocutor, enviarei o secretário de Relações Institucionais, Heber Santana".

Aniversário

A Rádio Câmara Salvador completou 1 ano no ar ontem. Com oito programas locais e dois em rede nacional, na frequência 105.3 FM, todos os baianos podem acompanhar a programação. O presidente da Casa, vereador Geraldo Junior parabenizou a equipe. “Informação de qualidade e credibilidade são as características principais que marcaram este primeiro ano da Rádio Câmara, que prevalece na valorização da cultura e política da nossa cidade. Sem dúvidas, falar de gente para gente foi o diferencial. Parabéns a toda equipe”, reforçou. Com mais interação nas redes sociais e a participação do ouvinte fazem com que a audiência na Rádio Câmara venha ascendendo desde o início deste ano. 

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas