Coluna Boa Terra (Por Valdemir Santana) - Edição do dia 9/8

High society faz celebração inusitada, na “Bahia Marina”, o playground dos bacanas


Tribuna da Bahia, Salvador
09/08/2019 10:41 | Atualizado há 12 dias, 11 horas e 5 minutos

   
Foto: Tarso Marketing

Agenda mais movimentada do que a do Jet set baiano pelos circuitos internacionais, é possível, mas nem sempre muito fácil. Mesmo assim na hora de comemorar data especial nada melhor do que a cosmopolita “Bahia Marina”, de Salvador, o espaço coalhado de iates nos atracadores e propostas chiques com restaurantes na área de lazer. A coluna costuma chamar o lugar de  Playground dos Bacanas, e a prova disto, foi a comemoração de aniversario em dose tripla para Dora Cerqueira Gordilho (foto), Rita Magalhães, e a galerista Tãnia Isensée.

A advogada Dora Cerqueira Gordilho tem negócios na Florida e na Itália, que ajudam a justificar o roteiro incluindo Miami, onde costuma passar Natal e Réveillon, a riviera portuguesa, onde começou a investir em imóveis, e parceria em produção de moda na Itália. Rita Magalhães, com família ligada à elite política da Bahia, pode ser considerada a numero um em festas tradicionais para a alta sociedade, no endereço do aristocrático Graça.

Tânia Isensee, a terceira aniversariante, faz historia como galerista de primeiro nível em Salvador, o que a ajuda a manter um forte link com a produção internacional de arte. Para completar a tarde especial, nada como convidadas que são sinônimos de elegância e requinte, como a empresária agro-industrial Verinha Simões Pedreira Luedy, a mais animada na pista de dança do evento. E a administradora Teresa Duff Coutinho, que merece o titulo de primeira dama da pesquisa medico cientifica, pela partiicipação atuante no trabalho do marido, o médico Elsimar Coutinho.

Mito da magia e bruxarias com a grife do endereço mais chique de Salvador 

Chegou a vez da região mais chique de Salvador mergulhar sem limites nos mistérios da feitiçaria. Faz parte da vanguarda internacional.  A última vez que o mundo cult, e também tribos cool se encantaram prá valer com os mitos da magia e da bruxaria foi na década passada, com os sete episódios de “Harry Porter”, em livros e filmes sobre a escola de bruxos que teria funcionado durante mil anos em Hogwarts, o castelo de arcos agudos da Escócia.

Agora é ver para crer o que conta a bem informada agencia de informação e divulgação “MarcaTexto”, de Paula Berbert. Nada menos que a 13ª edição do “IC Encontro de Artes”que celebra a “Arte e Outras Magias”. O conceito é alargar os modos de percepção da realidade. “E também exaltar criações artísticas que se expandem por variados entendimentos” completa o comunicado.

O resto fica por conta da chamada mítica do número 13. E com isto o evento assume o bordão “Arte e Outras Magias” e invoca quase tudo o que faltou nos porões da Idade Media. Inclui “tecnomagias”, bruxarias, transes, feitiços, mediunidades, ecumenismos, rituais, vibrações energéticas, fé no invisível. Cada segmento num espetáculo que acontece entre quarta, 21, e domingo, 25. 

Atenção especial para o principal  endereço do evento,que é o palacete neogótico do “Goethe-Institut Salvador-Bahia”. É uma das mansões de fachada mais linda do exclusivo Corredor da Vitória, com seus prédios onde se desce por teleférico. Há apresentações ainda na “Casa Charriot” da cidade baixa; na “Casa Rosada” dos Barris, e no “Teatro Experimental” da “Escola de Dança”, de Ondina.

Pico Garcez na singular mostra paulistana de arte

Pico Garcer é paulista, mas vale como referência para a participação da cena artsy baiana na produção internacional, afinal o top fotógrafo mora em Salvador, e a partir do estúdio baiano participa de eventos na Europa, ou na singular vanguarda paulistana, como a exposição “Unʼaltra storia". É a coletiva de fotografias da “Bianca Boeckel Galeria” com 25 trabalhos de oito fotógrafos que começa sábado, 17.

O titulo é quase um mantra na vanguarda italiana e funciona como um desafio para a renovação de conceitos. É um retrato da ousadia de Bianca Boeckel. A instigante galerista e curadora que abriu o espaço como “Galeria Vila Nova” e agora tem a marca autoral de “Galeria Bianca Boeckel”. Instalada na Vila Nova Conceição, bairro ícone do luxo de São Paulo, a galeria foi sensação nas ultimas edições da gigante “SP-Arte”. Na mostra atual participam também Antonio Garcia, Carol Nogueira, Giovanna Nucci, Marcelo Greco, Nelson Porto, Ricardo Becker e Thomas Baccaro

Devoção nos Bálcãs e agito de fãs em Trancoso

Elba Ramalho justifica com talento e charme singular o titulo de musa de Trancoso, numa referência ao balneário do sul da Bahia onde mora há mais de 20 anos. Ela acaba de pegar um vôo de volta ao Brasil, em Frankfurt, encerrando a viagem de dez dias pela Europa com destaque para a região dos Bálcãs, onde cumpriu a devoção de visitar a igreja de Medjugorje, no Sul da Bósnia e Herzegovina.

Antes mesmo de desembarcar no Brasil, a cantora já enviou recado aos fãs encomendando uma consulta. “Quero que todos vocês indiquem qual o álbum mais marcante para cada um”, diz sobre os quase trinta lançamentos ao largo da carreira.

Artistas internacionais se despedem da Bahia 

Uma parte importante do intercâmbio cultural da Bahia com o mundo se encerra hoje com o “Open Studios Day”, os estúdios abertos na sede do instituto internacional “Sacatar Brazil”, da Ilha de Itaparica. “Venha dizer até breve a este grupo de artistas”, convida a direção da instituição nas redes sociais. O encontro é praxe no calendário do “Sacatar” e serve pra mostrar o resultado das propostas que artistas do mundo inteiro escolhem para desenvolver na Bahia duas vezes por ano.

Da turma que está se despedindo fazem parte a fotógrafa camaronesa que mora na Holanda, Ngele Etoundi Essamba; a escritora e poeta suíça de origem espanhoa Begoña Feijoó Fariña: a artista plástica norte-americana Deborah Ross a performer afegã Kubra Khademi; a artista plástica também norte-americana Shimon Attie e a musicista canadense Stephanie Griffin 


Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas