Cervejarias brasileiras são o grande destaque no World Beer Awards 2019, o campeonato mundial da cerveja, com 230 medalhas

Rótulos como 001, da Cervejaria Votus, English Pale Ale, da Cervejaria Capapreta e Brahma Extra Weiss, da Cervejaria Ambev, foram selecionados como melhores do mundo nos seus estilos


Tribuna da Bahia, Salvador
13/08/2019 17:00 | Atualizado há 6 dias, 6 horas e 45 minutos

   
Foto: Divulgação

A cerveja brasileira teve um dia de consagração na Inglaterra, na última terça-feira. Foram anunciados os vencedores de 2019 do World Beer Awards (WBA), considerado o campeonato mundial da cerveja, e as cervejarias nacionais tiveram sete rótulos entre os melhores do mundo nos seus respectivos estilos. Considerando toda a premiação, os cervejeiros brasileiros saíram com 230 conquistas, contra 204 em 2018.

As conquistas reforçam o momento positivo da cerveja brasileira, considerando, ainda, que o país foi o segundo com mais rótulos inscritos, com 400, atrás apenas da Alemanha, com 450. 

“O Brasil se tornou um verdadeiro polo cervejeiro, respeitado e observado no mundo todo. E isto está refletido nos resultados do WBA deste ano. É o reconhecimento de que estamos a cada dia fazendo mais cerveja e cervejas de qualidade”, destaca Maurício Soufen, vice-presidente em excelência cervejeira e supply da Cervejaria Ambev. A Cervejaria Ambev conquistou 98 medalhas, sendo uma das mais premiadas na edição deste ano.    

Vale destacar, também, a diversidade de ingredientes e de receitas presentes nas cervejas vencedoras. A Colorado Murica, por exemplo, a melhor Cream Ale do mundo, possui graviola. Já a English Pale Ale, produzida pela Cervejaria Capapreta, segue a tradição do estilo inglês, que lhe empresta o nome. “Todas essas conquistas dão o tom da grande diversidade de estilos que temos aqui, além de reforçar a criatividade dos mestres-cervejeiros brasileiros”, complementa Soufen.

Para André Bastos, sócio da cervejaria Capapreta, premiações como esta atestam que, mesmo com condições diferentes de outros países, como em relação à importação de insumos, por exemplo, a cerveja brasileira está entre as melhores do mundo. “Esta conquista demonstra que estamos no caminho certo. E isso tem muito a ver com a forma inventiva e criativa do brasileiro fazer cerveja. Está no nosso DNA”, afirma. 

Neste ano, as cervejas brasileiras premiadas como melhores do mundo foram:

WORLD’S BEST DO WBA 2019

Rauchbock, da Cervejaria Barba Ruiva/Manobier, na categoria Smoke

001, da Cervejaria Votus, na categoria English Style IPA

Black Wine Run, da Cervejaria Daoravida, na categoria Sour/Wild Ale

English Pale Ale, da Cervejaria Capapreta, como English Pale Ale

Colorado Murica, da Colorado, na categoria Cream Ale

Brahma Extra Weiss, da Cervejaria Ambev, na categoria Kristal Weiss

Bernardynskie, da Cervejaria Backer, na categoria Heritage beers

Foram anunciadas, ainda, as melhores cervejas brasileiras por estilo. Como a melhor  International Lager, venceu a Skol Puro Malte, da Cervejaria Ambev. Entre as American Pale Ale, a vencedora foi a Lapa, da Cervejaria 3Cariocas.IPA Todo Dia, da Cervejaria Campinas, foi eleita como a melhor Session IPA.

Contando apenas as cervejarias e rótulos nacionais, a Cervejaria Ambev foi a mais premiada, com 98 medalhas. A Colorado, da Cervejaria Ambev, conquistou 29 e foi a marca com mais prêmios na edição de 2019.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas