Bolsonaro deve analisar situação de Fernando Bezerra após viagem

Líder do governo no Senado foi alvo de operação da Polícia Federal no Congresso


Tribuna da Bahia, Salvador
21/09/2018 17:00 | Atualizado há 2 dias, 9 horas e 1 minuto

   
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro deve deixar para analisar a situação do senador Fernando Bezerra (MDB-PE) depois de sua viagem à Nova Iorque, onde é aguardado para fazer a abertura da Assembleia Geral da ONU. Líder do governo no Senado, Bezerra foi alvo de operação da Polícia Federal no Congresso.

A decisão do presidente foi anunciada pelo porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros. “Essa é uma questão que ele vai abordar, se assim considerar, no retorno da viagem”, reforçou.

Na última quinta-feira (19), a PF cumpri mandados no gabinete do senador e no de seu filho, o deputado federal Fernando Bezerra Coelho Filho (DEM-PE), no âmbito da operação Desintegração, deflagrada em junho de 2016.

Ambos os políticos são acusados de irregularidades em obras no Nordeste, a exemplo da transposição do Rio São Francisco. As investigações apontam que os dois pernambucanos teriam recebidos de empreiteiras cerca de R$ 5,5 milhões em propina durante os anos de 2012 e 2014.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas