Governo vai realizar obras em atracadouro e terminais náuticos na BTS

Obras serão feitas em Salvador e em Candeias, assim como nas ilhas de Maré e de Itaparica


Tribuna da Bahia, Salvador
08/10/2019 13:35 | Atualizado há 15 dias, 2 horas e 7 minutos

   
Foto: Divulgação / /Setur-BA

Por: Yuri Abreu


Com um investimento superior a R$ 24 milhões, o Governo do Estado, através da Secretaria de Turismo (Setur), vai realizar melhorias em quatro equipamentos voltados ao turismo náutico na Bahia. Obras serão feitas em Salvador e em Candeias, assim como nas ilhas de Maré e de Itaparica.

No último sábado, a gestão estadual publicou, no Diário Oficial (DOE), o contrato para a execução das obras nessas quatro localidades. Segundo o Governo, os recursos são oriundos do Programas Regionais de Desenvolvimento do Turismo – Prodetur Nacional Bahia e fazem parte do primeiro lote de intervenções na estrutura náutica do estado.

A empresa contratada para a realização dos trabalhos foi a Belov Obras Portuárias, fundada no ano de 2002 e com sede em Salvador. Na capital baiana, uma das ações será no Solar do Unhão, que abriga do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM). Lá, o atracadouro será reconstruído, e o antigo restaurante, instalado no subsolo, passará por reformas.

Além deste, municípios da Região Metropolitana de Salvador e ilhas da Baía de Todos-os-Santos também vão passar por obras. Em Candeias, o atracadouro da área do Museu Wanderley Pinho será reformado. De acordo com a Setur, o museu, inaugurado nos anos 1970 e localizado no distrito de Caboto, também passará por reformas, mas através de uma licitação específica que está em fase de conclusão.

Em Itaparica, haverá reforma e recuperação da marina, com requalificação e ampliação do número de vagas secas e molhadas, requalificação de restaurantes e instalação de um novo posto de combustíveis nas imediações da base náutica. O local é bastante visitado por turistas ao longo de todo o ano e fica próximo a famosa Fonte da Bica.

Já na comunidade de Botelho, na Ilha de Maré, será feita a reforma e a recuperação do terminal turístico e a requalificação urbanística e paisagística de seu entorno. De acordo com Fausto Franco, titular da Setur, as obras vão impulsionar o turismo náutico na Baía de Todos-os-Santos. “Através do Prodetur Nacional Bahia vamos fazer uma das maiores obras

de infraestrutura na Baía de Todos-os-Santos, que vão abranger 18 municípios do seu entorno”, afirmou.

Segundo a Secretaria de Turismo do Estado, assim que a empresa retirar todas as licenças e seguir os trâmites legais, as obras terão e início. A expectativa é a de que elas sejam concluídas em 240 dias (oito meses), que é o tempo de vigência previsto no contrato firmado entre o governo estadual e a companhia.

SEGUNDO LOTE

Ainda conforme a secretaria de estado, outra licitação que está em andamento contempla a execução de obras do Lote 2 do Prodetur. Entre elas estão a construção da base náutica de Salinas da Margarida (distante 270 km de Salvador), a reforma do terminal turístico de Maragojipe (que fica a 130 km da capital) e a construção do terminal náutico de Cachoeira (cidade histórica distante 120 km de Salvador).

 

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas