Comissão da CMS lança campanha “Mulheres de Peito!”

Ação visa a conscientização do público feminino sobre o câncer de mama


Tribuna da Bahia, Salvador
08/10/2019 16:53 | Atualizado há 14 dias, 23 horas e 18 minutos

   
Foto: Reprodução / Google Imagens

“Quem tem câncer, tem pressa!”. Esse é o slogan da campanha “Mulheres de Peito!”, que será lançada pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, da Câmara Municipal de Salvador, dentro da programação do Outubro Rosa, mês de conscientização para a importância da prevenção ao câncer de mama. Segundo a presidente do colegiado, vereadora Ireuda Silva (Republicanos), a ação, em data ainda a ser confirmada, contará com vernissage de exposição de fotos de 10 pacientes, “mostrando que é preciso manter a autoestima dessas mulheres e que é preciso ter muito peito para enfrentar a doença e suas consequências”.

Durante reunião da Comissão da Mulher, na tarde desta terça-feira (8), quando foram apresentadas as peças da campanha, surgiu a ideia da exposição ser itinerante em shoppings de Salvador, com realização de rodas de conversa. A ideia é envolver os frequentadores dos centros sociais em debates com a participação de especialistas no tema, a exemplo de mastologistas e oncologistas.

Mesa feminina

Ficou decidido, também, que a mesa da sessão ordinária da próxima terça-feira (15) será formada exclusivamente pelas vereadoras, que estarão vestidas de rosa, com a camiseta da campanha “Mulheres de Peito”.

Na abertura da sessão desta segunda-feira o presidente da Casa, vereador Geraldo Júnior (SD), declarou apoio à campanha e fez foto com as vereadoras Ireuda Silva, Marta Rodrigues (PT), Aladilce Souza (PCdoB), Lorena Brandão (PSC) e Marcelle Moraes (sem partido).

As titulares da Comissão da Mulher alertam para a necessidade de prevenção ao câncer de mama, chamando atenção para os altos índices da doença no estado. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), as estimativas apontam a ocorrência de aproximadamente 2.870 novos casos de câncer de mama na Bahia este ano. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) registrou 321 novos casos da doença em Salvador em 2019.

 

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas