Alerta: 19% da população baiana está obesa

A Bahia possui atualmente uma população de 283 mil pessoas elegíveis à cirurgia bariátrica, sendo que destas 251 mil pessoas seriam pacientes elegíveis pelo SUS


Tribuna da Bahia, Salvador
09/10/2019 13:07 | Atualizado há 4 horas e 24 minutos

   
Foto: Reprodução

O aumento da obesidade no Brasil, das doenças associadas e a ampliação do acesso à cirurgia bariátrica e metabólica - para pacientes com Diabetes Tipo 2 – forão discutidos na Câmara Federal, em Brasília, ontem. A agenda  marcou a programação do Dia  Mundial de Combate à Obesidade ( 11 de outubro). 

O cirurgião baiano, Marcos Leão Vilas Bôas, atual presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), apresentou os dados mais recentes referentes ao tratamento cirúrgico da obesidade, sobre população elegível no Brasil e aumento das doenças associadas. 

“Hoje cada vez mais os brasileiros tornam-se obesos e obesos mórbidos , com doenças associadas a obesidade e que trazem custo alto para a economia do país. Vemos dificuldade para que as pessoas possam receber o tratamento adequado da forma que necessitam”, ressaltou Marcos Leão Vilas Bôas. 

A  proposição da audiência pública é do presidente da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara, deputado federal Antônio Brito (PSD-BA). Participaram da audiência representantes do Ministério da Saúde, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e Conselho Federal de Medicina (CFM).

OBESIDADE NA BAHIA

Na Bahia, segundo últimos dados da pesquisa Vigitel – divulgada pelo Ministério da Saúde – 19% da população possui Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 30, ou seja, com obesidade. A Bahia possui atualmente uma população de 283 mil pessoas elegíveis à cirurgia bariátrica, sendo que destas 251 mil pessoas seriam pacientes elegíveis pelo SUS. Em contrapartida, o Estado da Bahia é o que apresentou uma das maiores quedas no número de procedimentos realizados entre 2008 e 2016, com - 86% segundo o Data SUS. No ano passado foram realizadas 2.891 cirurgias bariátricas na Bahia, sendo que pelo SUS foram apenas  23 cirurgias em todo o Estado. Paralelamente, a secretaria de saúde - através do CEDEBA - realiza adicionalmente em torno de 120 cirurgia ao ano.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas