Em almoço, Fecomércio parabeniza Tribuna pelos 50 anos

Nesta quarta-feira, em clima de confraternização, um almoço em homenagem a data, promovido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomercio-BA), foi realizado na Casa do Comércio, na Avenida Tancredo Neves, em Salvador


Tribuna da Bahia, Salvador
23/10/2019 18:38 | Atualizado há 27 dias, 5 horas e 7 minutos

   
Foto: Romildo de Jesus

Por: Yuri Abreu


No último dia 21, o jornal Tribuna da Bahia completou 50 anos de vida, em uma grande festa na Associação Comercial da Bahia (ACB). Contudo, as celebrações pelo cinquentenário da publicação ainda continuam. Nesta quarta-feira, em clima de confraternização, um almoço em homenagem a data, promovido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomercio-BA), foi realizado na Casa do Comércio, na Avenida Tancredo Neves, em Salvador.

Por parte da TB, além do presidente, Walter Pinheiro, também foram condecorados com medalhas, em referência aos 70 da Federação, o vice-presidente do jornal, Marcelo Sacramento; o diretor de redação, Paulo Sampaio e o colunista Antônio José Larangeira. Da mesma forma, participaram do evento o secretário de redação, Gerson Brasil; Ricardo Paiva, gerente comercial; e Nelson José de Carvalho, diretor da Associação Baiana de Imprensa (ABI).

Já pela Fecomércio-BA, marcaram presença o presidente da entidade, Carlos Andrade; o vice, Kelsor Fernandes; Arthur Sampaio, diretor da Federação; Janderson Nascimento, superintendente; Marina Almeida, diretora regional do Senac; José Carlos Boulhosa, diretor regional do Sesc, entre outros dirigentes. Em entrevista à Tribuna, Andrade e Fernandes falaram sobre a longa relação entre o jornal e a instituição.

“Para nós é motivo de muita satisfação render essa homenagem a Tribuna da Bahia. Sabemos do seu passado e do seu presente, assim como da luta da época quando foi criada, sempre defendendo a livre iniciativa, a democracia. Sobreviver a esses 50 anos não foi fácil, principalmente nos últimos cinco. Mas, como todas as empresas bem estruturadas, a Tribuna também tem conseguido. Esperamos que ela possa viver mais de 50 anos e defender principalmente a democracia, o emprego e a livre iniciativa”, comentou Andrade. “A Tribuna é um importante órgão de comunicação da Bahia e, para nós, é uma imensa felicidade fazermos parte dessa história”, emendou Fernandes.

Durante o discurso, Walter Pinheiro, que também é presidente da ABI, falou sobre a relação próxima que tem com a Fecomércio-BA, desde a época em que o pai dele, Antônio da Silva Pinheiro, era dirigente da instituição. Segundo ele, a homenagem recebida nesta quarta-feira o fez se sentir em casa.

“Esta é uma parceria muito forte, tanto em termos empresariais quanto afetivos. Meu pai foi diretor financeiro da Fecomércio durante mais de 40 anos. Eu, particularmente, por conta dessas relações de amizade que eu tive com o saudoso presidente Deraldo Mota, trabalhei muito para a construção deste prédio. Acima tudo, estar aqui é algo que muito nos sensibiliza e representa uma renovação de compromisso para que continuemos trabalhando em função do crescimento do comércio baiano, do aumento no número de empregos, melhoria de condições para os comércios, fazendo exatamente o que a Tribuna da Bahia já vem fazendo ao longo dos seus 50 anos”, destacou.

Quem também teceu comentários a respeito da homenagem prestada pela Fecomércio-BA ao periódico foi o vice-presidente da TB, Marcelo Sacramento. “A Fecomércio é uma instituição sólida, completamente inserida em diversos setores da sociedade baiana. A interação da Tribuna com o trabalho que a Fecomércio faz em prol não apenas da categoria, como da sociedade como um todo é extraordinário. Essa homenagem prestada é motivo de muito orgulho, satisfação e felicidade. Carlos Andrade consegue expressar a real legitimidade de um trabalho extraordinário feito por outros antecessores, o qual ele consegue honrar e dignificar”, analisou.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas