Serasa faz feirão para limpar o nome sujo com desconto de até 98%

O “Feirão Limpa Nome”, começou na última segunda e prossegue até o dia 30 de novembro


Tribuna da Bahia, Salvador
06/11/2019 08:00 | Atualizado há 13 dias, 21 horas e 5 minutos

   
Foto: Divulgação

Por: Cleusa Duarte


Para quem está com o nome sujo é hora de aproveitar o 13º salário e renegociar as dívidas. Uma ótima oportunidade é procurar o Serasa e renegociar através do “Feirão Limpa Nome”, que começou na última segunda e prossegue até o dia 30 de novembro. Os descontos chegam até 98% e o serviço é gratuito.

De acordo com uma pesquisa do CNDL(Confederação nacional de Dirigentes Logistas) e Serviço de Proteção ao Crédito /SPC Brasil Crediário , os empréstimos e cartões de crédito são os principais responsáveis pela negativação dos brasileiros. Aluguel e plano de saúde estão entre compromissos que os inadimplentes priorizam na hora de quitar contas e apenas 16% pagam em dia fatura do cartão de crédito.

“Com o desemprego ainda elevado e o achatamento da renda, os brasileiros vêm enfrentando dificuldades em manter as contas em dia. A saída para muitos tem sido recorrer ao crédito não só para quitar dívidas como pagar despesas básicas, que incluem água e luz.. Porém para pedir empréstimo tem que ver as prestações. Ter cuidado se realmente vai poder pagar, caso contrário pode entrar em uma dívida ainda maior e ter que recorrer a novo empréstimo ou ficar inadimplente”, alerta o economista Eduardo Fonseca.

O levantamento do (CNDL) com o SPC Brasil, aponta que o principal responsável pela negativação de CPFs no país é o empréstimo pessoal contraído em bancos e financeiras: 69% dos usuários da modalidade de crédito estão com restrição no nome. O crediário (68%) e o cartão de crédito (67%) aparecem logo em seguida no ranking. “negociar com descontos através do Serasa é uma boa saída, mas destaco novamente de que é preciso ficar atento se tem como pagar essa renegociação. Usar o 13º é uma boa opção. Paga as dívidas e fica tranquilo.”, recomenda Fonseca.

Os dados mostram ainda que entre outros vilões da inadimplência estão o cheque especial (52%), o financiamento de automóvel (52%), o financiamento da casa própria (35%), as mensalidades escolares (26%), os empréstimos com parentes e amigos (23%), as contas de telefone (20%), os boletos de TV por assinatura e internet (16%) e as conta de água e luz (11%). Atrasos com condomínio correspondem a 11% das respostas.

De acordo com o Serasa, 63,2 milhões de pessoas estavam inadimplentes em outubro. Até setembro, a quantia devida, somada, chegava a R$ 252 bilhões, chegando a um valor médio de R$ 3,997 mil. Na última edição do Feirão Limpa Nome, os descontos chegaram a R$ 2,8 bilhões, em mais de 679 mil acordos fechados.

Participam do Feirão, as seguintes empresas: Santander, Itaú, Recovery, Ativos, Net, Claro, Embatel, Anhaguera, Credsystem, Ipanema, Unopar, Sky, Nextel, Banco BMG, Digio, Hoepers, Porto Seguro, Tricard, Oi, Zema, Unic, Fama, Pitágoras, Uniderp, Unime. Elas vão oferecer novos prazos para pagamentos e descontos.

“É preciso planejamento, mas se está endividado e chegou a esse ponto de renegociação Use as reservas. O importante, entretanto, é controlar as finanças e o orçamento. Boa parte das pessoas não costuma organizar seus gastos, fazendo compras além de suas possibilidades financeiras, que muitas vezes transformam-se em dívidas difíceis de serem pagas. Ao buscar empréstimo, é preciso cuidado redobrado. A preocupação em quitar débitos pendentes só é interessante quando se troca uma dívida cara por outra mais barata. Ou seja, quando o consumidor substitui o valor das dívidas que cobram juros elevados, como cartão de crédito, por exemplo, por outra com valores mais baixos, como empréstimo consignado. Caso contrário, os juros podem fazer com que as parcelas dos empréstimos fiquem inviáveis ”, destaca Fonseca.

O site do Serasa indica os passos para limpar o nome: Acessar o site do Serasa Limpa Nome, digitar o seu CPF e clicar em “consultar”, utilizar então a mesma senha criada para consultar seu Serasa Score. Se ainda não tiver cadastro, basta clicar em “cadastre-se grátis” e preencher os dados.;. Conferir as suas dívidas e escolher a melhor opção de negociação para o seu bolso; Seguir os passos de negociação e por fim clicar em gerar o boleto. Depois, é só realizar o pagamento. Após o pagamento, a empresa vai dar baixa na dívida e o nome vai voltar a ficar limpo. O prazo que as empresas têm para retirar a dívida do seu CPF e deixar o nome limpo é de 5 dias úteis após o pagamento. Além disso, a empresa também precisa entregar um recibo de que o valor foi quitado.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas