Novo shopping na Estrada do Coco exige obras para adaptação do sistema viário

O empreendimento, que tem uma Área Bruta Locável (ABL) de 84 mil m², deve gerar cerca de 3,5 mil empregos diretos e terá pouco mais de 200 lojas. O investimento foi de aproximadamente R$ 600 milhões


Tribuna da Bahia, Salvador
08/11/2019 09:50 | Atualizado há 11 dias, 19 horas e 13 minutos

   
Foto: Reprodução / Google fotos

Por: Yuri Abreu


Com inauguração prevista para o dia 3 de março de 2020, o Parque Shopping Bahia, localizado na Estrada do Coco, em Lauro de Freitas, deve trazer um novo dinamismo não apenas para a economia do município, como para toda Região Metropolitana de Salvador (RMS).

O empreendimento, que tem uma Área Bruta Locável (ABL) de 84 mil m², deve gerar cerca de 3,5 mil empregos diretos e terá pouco mais de 200 lojas. O investimento foi de aproximadamente R$ 600 milhões.

Contudo, uma preocupação tem sido com a questão da mobilidade no entorno. Situado em uma das regiões de maior fluxo de veículos de Lauro Freitas, congregando, além da Estrada do Coco, a Avenida Luís Tarquínio e as Ruas Rio das Graças e Maria Isabel dos Santos, a inauguração do shopping poderia agravar os problemas de trânsito na localidade.

“Sem o shopping, o trânsito na região já é lento e confuso. Vai ter impacto no trânsito da Avenida Luiz Tarquínio e na Estrada do Coco”, afirmou Mauro Cardim, presidente do Instituto Metropolitano de Desenvolvimento Social e Inovação. Ele discorda de urbanistas que afirmam que o acesso ao shopping não trará prejuízos a Estrada do Coco.

De acordo com o gestor, não foram apresentados os estudos dos impactos ambiental e de vizinhança. Além disso, os viadutos que estão no projeto não foram implantados. Cardim também cobra da Prefeitura do município – a qual ele já foi secretário – a prestação de contas da contrapartida com relação ao centro de compras, a exemplo de passarelas e viadutos.

“Não tenho cada contra o shopping, que é um vetor de desenvolvimento. Como empresário, entendo que a cidade precisa gerar emprego. Mas, a gente percebe o quanto o cidadão tem sofrido para se movimentar no município”, criticou Mauro Cardim.

PROJETO

Em nota, a assessoria de comunicação do Parque Shopping Bahia esclareceu que um projeto de mobilidade está previsto para o complexo comercial onde o empreendimento vai funcionar.

De acordo com o grupo, no projeto, está prevista a duplicação de um trecho da Avenida Luiz Tarquínio, um pontilhão que facilitará o acesso ao shopping pela Avenida Beira Rio, além de semáforos inteligentes e novas sinalizações. Além disso, serão construídas duas novas vias com pistas duplas e duas faixas por sentido nas laterais do shopping, interligando a Avenida Santos Dumont (Estrada do Coco) a Avenida Luiz Tarquínio.

Também será construído um novo retorno na Estrada do Coco, novas baias de ônibus e rotatórias. “Todas as mudanças listadas acima estarão prontas na inauguração do empreendimento, em março de 2020, e outras melhorias estão previstas para outras fases”, garante a nota enviada a redação da TB.

Para tocar esse projeto, a assessoria explicou que a administração do Parque Shopping Bahia contratou a TTC, empresa especializada em engenharia de trânsito, que procedeu um detalhado estudo do tráfego na região do Parque Shopping Bahia, colocando as recomendações das intervenções no traçado viário do entorno.

“De posse do estudo, o empreendimento procurou seguir à risca todas as recomendações apontadas pelo consultor. O projeto de mobilidade já foi aprovado pela Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas, e as obras devem ter início em breve”, finaliza a nota.

Também procurada pela reportagem, a Prefeitura de Lauro de Freitas não respondeu as nossas solicitações até o fechamento desta edição.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas