Enem: segundo dia de prova deverá ter textos mais enxutos; confira as dicas

Ao contrário do primeiro dia, a prova agora será um pouco menor, porque os textos das questões Matemática e Ciências da Natureza e suas Tecnologias tendem a ser mais enxutas


Tribuna da Bahia, Salvador
09/11/2019 10:24 | Atualizado há 3 dias, 8 horas e 53 minutos

   
Foto: Reprodução

Por: Rayllanna Lima



O segundo e último dia de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) será realizado nesse domingo (10). Ao contrário do primeiro dia, a prova agora será um pouco menor, porque os textos das questões Matemática e Ciências da Natureza e suas Tecnologias tendem a ser mais enxutas.

É preciso ficar atento para o horários. Os portões dos locais de prova abrirão às 12h, fechando pontualmente às 13h. Exame será aplicado às 13h30. Serão 5 horas de prova.

Apesar de textos menores, professores alertam que o inscrito não pode se descuidar com a interpretação de texto para não cair em pegadinhas. Segundo o professor de química Ricardo Pereira, as questões devem ser lidas com bastante atenção.

“Em questões assim é possível identificar palavras-chaves, pontos que já direcionam para a resolução da questão, sem precisar perder tempo com possíveis exemplos com historinhas. Serão cerca de três minutos para responder cada questão, então é preciso se atentar ao que realmente importa na questão”, explicou.

Professor do famoso curso online Descomplica, Leonardo Simões também comentou à Agência Brasil sobre o tempo a ser destinado para cada questão. “O desperdício de tempo é um grave problema. A cada 30 minutos, quando o fiscal tirar o papelzinho do tempo, o candidato tem que ter marcado 10 questões”, aconselhou.

Entre outras recomendações, Simões falou sobre repetir o que funcionou no último domingo, como distribuição de tempo, chegada ao local com antecedência e manter a calma.

Vale lembrar que é necessário levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente, a única permitida, bem como documento de identificação oficial com foto, original, não sendo aceito documento digital ou cópia, mesmo que autenticada. Documentos fora da validade também são aceitos para identificação.

O exame avalia o desempenho do candidato e possibilita meios de acesso à educação superior, com suporte do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni). Há ainda parcerias com instituições portuguesas. Por meio da nota do Enem, também é possível solicitar financiamento em instituições particulares pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

Salvador terá esquema especial de transporte segundo domingo de provas

Os participantes do Enem que realizarão a prova em Salvador irão contar com um esquema especial no transporte, montado pela prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob).

Segundo o órgão, a frota das 79 linhas serão reforçadas entre 8h e 18h.. Serão 490 ônibus a mais nas ruas, o que representa um acréscimo de 55% em relação aos domingos normais.

De acordo com a Semob, os veículos atendem aos principais corredores das regiões da Orla, Miolo e Subúrbio. Além destes ônibus extras, haverá ainda um reforço com nove veículos reguladores nas estações Acesso Norte, Pirajá e Mussurunga. Esses veículos ficarão à disposição da fiscalização para apoio dos candidatos na saída das provas, entre as 16h e 23h.

Os usuários do transporte público podem contar ainda com o benefício do Domingo é Meia, válido apenas para integração ônibus-ônibus.

Policiamento - O policiamento em toda a Bahia também será reforçado durante o segundo dia de prova do Enem. O objetivo, segundo a Polícia Militar, é oferecer mais segurança aos 400 mil inscritos no estado.

Ao todo, 983 unidades estão habilitadas para aplicação do exame, em 160 municípios baianos. As ações de segurança foram iniciadas na semana passada, antes do primeiro dia de exame, realizado no último domingo (3).

Além de ampliar o policiamento, a PM também faz a escolta dos malotes contendo as provas até as escolas e da coleta dos exames realizados.

“Além de promover mais segurança para o aluno no período do Enem, o planejamento operacional da Polícia Militar visa garantir o sigilo na distribuição e aplicação das provas, com base em convênio firmado entre a SSP [Secretaria de Segurança Pública] e INEP [Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira]”, disse o comandante de Operações Policiais Militares (COPPM), coronel Humberto Sturaro.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas