Raio Laser - 18/11 - Protesto

Com público ainda não divulgado, políticos e militantes baianos se reuniram na manhã de ontem, no Farol da Barra, para pedir o impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes


Tribuna da Bahia, Salvador
18/11/2019 05:50 | Atualizado há 25 dias, 2 horas e 4 minutos

   
Foto: Divulgação

Com público ainda não divulgado, políticos e militantes baianos se reuniram na manhã de ontem, no Farol da Barra, para pedir o impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. O evento, que contou com o apoio de um trio elétrico, começou às 9h. O protesto contra o ministro do STF surge após ele ter capitaneado a votação na Corte que mudou o entendimento sobre a prisão em segunda instancia, o que resultou na saída da cadeia do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do ex-ministro todo-poderoso José Dirceu, entre outras figuras importantes da República. Ao todo, cinco mil presidiários foram beneficiados pela decisão do Supremo Tribunal Federal.

Qualidade (Fábio Vilas-Boas)

Tem sido excepcional e reconhecida pelos próprios familiares a qualidade do atendimento prestado pela rede estadual de Saúde às vítimas do acidente aéreo na Ilha de Maraú. Vários têm sido os depoimentos no sentido de que a rede está, efetivamente, em condições de prestar um atendimento de qualidade a qualquer pessoa que se dirija a ela, principalmente em emergência. Ponto para o titular da pasta, Fábio Vilas-Boas. 

Detran

Preocupado com a segurança no trânsito, o deputado estadual Alex Lima (PSB) realiza hoje uma audiência pública para debater sobre as recentes modificações no Contran/Denatran sobre regulamentação do trânsito, propostas em Projeto de Lei do Governo Federal. O evento, que acontece às 9 horas, no auditório da Assembleia Legislativa, conta com a participação de autoridades estaduais e federais e especialistas envolvidos com o tema.

Profissional (Sérgio Cabral)

O ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, completa três anos preso se profissionalizando no papel de réu da Operação Lava Jato. As discussões, os longos discursos e a confissão emocionada têm ficado cada vez mais no passado, dando lugar a falas pensadas, econômicas e negociadas. Há pouco mais de um ano Cabral negou pela última vez ter recebido propina. 

Estratégia

De lá para cá, o ex-governador carioca adotou nova estratégia defensiva: confessar os crimes a fim de reduzir penas. Iniciou também tratativas para se tornar delator da Polícia Federal após recusa do Ministério Público Federal, caminho cujo sucesso ainda é incerto. Em todo caso, diferentemente de outros presos na Lava Jato, ele tem dado contribuição inestimável à operação.

Favoritismo

Criado para ajudar a financiar as eleições de 2018, o fundo eleitoral ficará sujeito à lógica partidária que privilegia caciques e políticos que já têm mandato nas disputas municipais do ano que vem. As eleições de 2020 serão as primeiras escolhas de prefeitos e vereadores em todo País, bancadas majoritariamente por dinheiro público. 

Participação

No quarto e último volume de seus Diários da Presidência, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso diz que a crise das representações nos dias de hoje só será resolvida por meio da participação popular. O ex-presidente acredita ainda que a mudança da forma de produção – que aumenta sem a criação de emprego ou renda – levará à necessidade de políticas de distribuição de renda.

Pressão (ACM Neto)

O apresentador Fábio Porchat enviou nas redes sociais uma mensagem para o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), neste fim de semana. Ele pressiona o gestor para que sancione o projeto de lei batizado de Teu Nascimento (PL nº 292/17), de autoria da vereadora Aladilce Souza (PCdoB), aprovado em setembro deste ano. A proposta visa punir administrativamente estabelecimentos públicos e privados que discriminem pessoas em razão da sua orientação sexual ou identidade de gênero. "Não é aceitável que pessoas sejam discriminadas, constrangidas e postas pra fora de estabelecimentos apenas por serem LGBTs. Para combater esse tipo de violência foi aprovado na Câmara de Salvador o PL Teu Nascimento e agora a lei aguarda a sanção do prefeito ACM Neto. Quando?", escreveu no Twitter.


Leia a Coluna completa na edição impressa do jornal ou na Tribuna Virtual

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas