Raio Laser - 2/12 - Fato novo

O fato novo na sucessão municipal no PT é a decisão do ex-ministro da Cultura e ex-secretário de Cultura de Belo Horizonte, Juca Ferreira, de anunciar a disposição de concorrer à Prefeitura de Salvador pelo partido do governador Rui Costa


Tribuna da Bahia, Salvador
02/12/2019 09:40 | Atualizado há 6 dias, 19 horas e 23 minutos

   
Foto: Reprodução

O fato novo na sucessão municipal no PT é a decisão do ex-ministro da Cultura e ex-secretário de Cultura de Belo Horizonte, Juca Ferreira, de anunciar a disposição de concorrer à Prefeitura de Salvador pelo partido do governador Rui Costa. Ferreira está muito distante do que prega o movimento "Eu quero Ela", que propugna uma candidatura negra à Prefeitura, mas tem trajetória importante no partido e conexões importantes no campo nacional, especialmente com o ex-presidente Lula, de quem foi auxiliar de primeira linha. Só não se sabe se foi demitido pelo prefeito petista ou simplesmente decidiu abandonar o governo municipal para voltar a Salvador e concorrer à Prefeitura.

Isidório? (Pastor Sargento Isidório)

Um homem que atacou na noite do último sábado um bar LGBT no Centro de Salvador, onde agrediu a proprietária e algumas clientes, entrou no estabelecimento chamando pelo nome do deputado federal Pastor Sargento Isidório, do Avante. "Eu quero o Isidório, chama o Isidório", teria dito o homem, que chegou a ser preso e liberado na mesma noite, e se chama Sinho Macedo, segundo o UOL.

Pitadas homofóbicas

De acordo com a proprietária do bar, Rosy Silva, Macedo, além de agredir as pessoas, ameaçava matar "veados e sapatões". Isidório se tornou conhecido do grande público por comentários homofóbicos e por ter chamado a cantora Daniela Mercury de "endemoniada" e "escrava de satanás" no ano passado. Hoje, ele é pré-candidato a prefeito de Salvador pelo Avante com apoio do senador Otto Alencar (PSD).

Batidas

Operadores do Direito que acompanharam a semana passada novos desdobramentos da Operação Faroeste, que levou à cadeia a desembargadora Maria do Socorro, dizem ter recebido informações de que a semana que começa também será cheia de emoções. Só não adiantam se ela será marcado por novas prisões de magistrados - o outro preso foi o juiz Sérgio Humberto - ou apenas de batidas policiais.

Falecimento (Clésio Carrillo Rosa)

Quem faleceu ontem foi o ex-desembargador Clésio Carrillo Rosa. Logo cedo as informações sobre seu falecimento correram a cidade, especialmente nos grupos de magistrados, chamando para o seu sepultamento, realizado no Jardim da Saudade, com acompanhamento de familiares e amigos. Poucas pessoas sabiam que o desembargador estivesse doente.

Ponto

Para tucanos baianos, o governador de São Paulo, João Doria, marcou um ponto importante na sua estratégia para concorrer à Presidência da República em 2022, ao filiar ontem, em grande festa em São Paulo, o ex-auxiliar de primeira hora de Jair Bolsonaro Gustavo Bebianno. Bebbiano foi o primeiro ministro de Bolsonaro a cair, depois de um choque com Carlos Bolsonaro, que simplesmente tomou Doril.

Problema

As esquerdas já dão como perdidas as eleições em Irecê, onde o prefeito Elmo Vaz (PCdoB) não cansa de dar determinadas declarações que normalmente geram grande polêmica na cidade na região. A estratégia agora tanto dos comunistas quanto dos petistas é descobrir o que fazer para ajudar a socorrer o prefeito ou simplesmente abandoná-lo por nome melhor.

Público (Guilherme Bellintani)

Quem fez sua primeira aparição pública com um quadro do PT foi o presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, ontem, no Parque de Exposições. Ele foi ao espaço para prestigiar o secretário municipal de Desenvolvimento Regional, Josias Gomes, um dos principais defensores de sua candidatura no campo do governador Rui Costa no PT.

Sinal Amarelo

Bem que o presidente tentou, mas os resultados de suas investidas no mercado externo não têm sido os esperados. Para Eduardo Bolsonaro, a assessoria não está funcionando a contento. Podem surgir mudanças.

Vai falar ! (Joice Hasselmann)

Joice Hasselmann depõe nesta quarta-feira na CPI das Games News. Promete falar muito, o que para ela não é novidade. A deputada Lídice da Mata e o senador Ângelo Coronel serão " todo ouvidos".



Leia a Coluna completa na edição impressa do jornal ou na Tribuna Virtual.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas