Às vezes, o preço a pagar é monstruosamente excludente

Por: Gerson Brasil

Tribuna da Bahia, Salvador
02/12/2019 15:37 | Atualizado há 1 dia, 1 hora e 47 minutos

   

Parte relevante da produção dos mass mídia vem sendo destinada ao Judiciário, quer seja colocando-o em evidência com situações que se confrontam com a lei e guerras intestinais de longo alcance ( Barroso acusando Gilmar de leniência com relação à criminalidade do colarinho branco e recebendo de volta a pecha de “advogado de bandidos”).

São divulgadas também interpretações e tomadas de decisões que longe de evidenciar verdades, como parâmetros a serem seguidos, chamam a atenção pelo inusitado; tornando mais confuso ainda o ambiente político, cujos partidos que o engendram encontram-se bem afastados daquilo que seria a representatividade.

Quando se olha o noticiário sobre o desempenho da máquina do Judiciário e em especial do Supremo Tribunal Federal, nota-se o envolvimento do STF em questões como o impeachment da ex-presidente Dilma, na prisão de Lula e até mesmo naquilo que os franceses tomam como faits divers, coisas de pequena monta, casos corriqueiros -, mas que ganham uma textura alentada de meter inveja à Bíblia. 

Recentemente, o ministro Dias Toffoli, sem se importar muito com o rito processual da corte, denunciou e instaurou ao mesmo tempo uma ação contra fakenews, que estariam manchando e constrangendo o Supremo. Não se deu por objeto qualquer caso concreto, mas a indignação se fez presente, transmutou-se em discurso e vociferação, e por pouco não se chamou o Incrível Exército de Brancaleone”, de Mário Moricelli, para desterrar os infiéis.

O aparecimento do direito legislativo não enterrou o direito consuetudinário. Em algumas partes do Brasil, onde a presença do Estado é como nuvem, vista por Kilkerry em “corcéis de anca na atropelada/ E tesos no horizonte, a muda cavalgada/ Coalha bebendo o azul um largo voo branco”, ele ainda se faz presente.

O país é vasto e nem sempre é possível as leis vencerem distâncias abissais onde Guacira é apenas “meu pé de serra, que nem Deus sabe onde está”; e muito menos os vãos dos canaviais. Fabiano na terra seca só encontrou o Estado quando o soldado lhe pisou o pé, mal encoberto pela alpargata; hoje, o encontro é mediado pela bala.

Mas nas latitudes conhecidas impera o direito legislativo e suas expressões, como o STF, a dar garantia da presença de partidos políticos e outras instituições civis e militares.

Pode-se discutir sobre a judicialização dos embates em sociedade, embora nos EUA isso se dê corriqueiramente.Mas, sem a garantia e sem a credibilidade do Judiciário é difícil mediar conflitos. Pior ainda quando o quadro aponta partidos que são tomados com estupefação.

Recente declaração do ministro do STF, Barroso, questionando a própria corte a deixou exposta à fragilidade de uma condição que se imaginava elidida. Disse Barroso, durante uma palestra na Universidade de Columbia, que o STF erra quando ministros descumprem decisões do plenário e que a “autoridade depende de credibilidade”.

As recentes idas e vindas de Toffoli sobre o compartilhamento de dados fiscais pregou tanta perplexidade não só na sociedade, como também entre seus pares.O fato é que o Supremo vem se tomando bem além de guardião da Constituição, com consequências que reverberam na sociedade embaçando ainda mais o ambiente, tornando o próprio farol do STF uma neblina. 

Num tempo distante tomava-se o calendário do Exército com guia do que estaria por vir, sem a menor preocupação se o sol iria ou não brilhar no Dois de Julho, ou com que cores as casas seriam pintadas. Hoje, espera-se a decisão do STF, pouco importando a atuação dos partidos, cujo protagonismo tem a consistência de um mingau. Uma democracia burguesa não pode prescindir dos poderes a lhes constituir e nem esses poderes podem se furtar à sua competência, sem se ombrear com o butim, o socialismo, e muito menos os privilégios oitocentistas ou a violência da interpretação. Sempre há um preço a pagar, às vezes monstruosamente excludente. No YouTube, João Gilberto visita Guacira.


Gerson Brasil é jornalista e secretario de redação da Tribuna da Bahia

Compartilhe       

 




Mais sobre

POLÍTICA | 02/08/2020 06:40 - Há 1 dia, 10 horas e 45 minutos
Quem tem de se preocupar com Moro é Bolsonaro, diz Lula

POLÍTICA | 02/08/2020 06:40 - Há 1 dia, 10 horas e 45 minutos
Chapa de Olívia Santana sofre instabilidade com recuo de Niltinho

POLÍTICA | 01/08/2020 11:04 - Há 2 dias, 6 horas e 20 minutos
Vice de Bruno Reis se afunila entre Ana Paula e Ivete Sacramento

POLÍTICA | 01/08/2020 10:57 - Há 2 dias, 6 horas e 27 minutos
Flávio Bolsonaro admite reunião com Paulo Marinho, mas nega vazamento

POLÍTICA | 01/08/2020 10:55 - Há 2 dias, 6 horas e 29 minutos
André Brandão aceita convite do governo para presidência do Banco do Brasil

POLÍTICA | 01/08/2020 06:30 - Há 2 dias, 10 horas e 55 minutos
Comissão da reforma tributária receberá Guedes na próxima semana

POLÍTICA | 01/08/2020 06:30 - Há 2 dias, 10 horas e 55 minutos
Reunião do MP vira bate-boca com Aras

POLÍTICA | 01/08/2020 06:30 - Há 2 dias, 10 horas e 55 minutos
Moraes intima Facebook a cumprir ordem de bloqueio de bolsonaristas

POLÍTICA | 31/07/2020 16:16 - Há 3 dias, 1 hora e 8 minutos
Lava Jato diz que não espreita Serra e pede apoio à PGR para retomar investigação

POLÍTICA | 31/07/2020 11:16 - Há 3 dias, 6 horas e 8 minutos
Bolsonaro visita a Bahia e pede apoio do Congresso Nacional

POLÍTICA | 31/07/2020 11:08 - Há 3 dias, 6 horas e 16 minutos
Bolsonaro dá sinal verde para Guedes testar aceitação de 'nova CPMF'

POLÍTICA | 31/07/2020 11:05 - Há 3 dias, 6 horas e 19 minutos
Pimentel critica Bolsonaro por não combater “aparelhamento” em órgãos federais

POLÍTICA | 31/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 10 horas e 55 minutos
Alckmin vira réu por caixa 2, corrupção e lavagem de dinheiro

POLÍTICA | 31/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 10 horas e 55 minutos
Banco Mundial anuncia aprovação de Weintraub como diretor-executivo

POLÍTICA | 31/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 10 horas e 55 minutos
Maia nega que adiamento de comissão de reforma seja por divergência de mérito

POLÍTICA | 31/07/2020 06:30 - Há 3 dias, 10 horas e 55 minutos
Moraes determina bloqueio de contas de bolsonaristas em redes sociais no exterior

POLÍTICA | 30/07/2020 22:52 - Há 3 dias, 18 horas e 32 minutos
Valmir Assunção é um dos baianos com duas indicações no Prêmio Congresso em Foco 2020

POLÍTICA | 30/07/2020 14:22 - Há 4 dias, 3 horas e 2 minutos
Câmara prepara votação de 'pauta verde' após pressão por agenda na área ambiental

POLÍTICA | 30/07/2020 14:16 - Há 4 dias, 3 horas e 8 minutos
Juiz suspende recebimento de denúncia contra Serra e filha após decisão de Toffoli

POLÍTICA | 30/07/2020 10:06 - Há 4 dias, 7 horas e 18 minutos
Forças-tarefa e Moro reagem a críticas de Aras à Lava Jato

POLÍTICA | 30/07/2020 10:03 - Há 4 dias, 7 horas e 21 minutos
Cresce apoio a projeto que reduz 30% da mensalidade na rede particula

POLÍTICA | 30/07/2020 10:00 - Há 4 dias, 7 horas e 24 minutos
Leal começa a ganhar apoio na busca pela reeleição na AL-BA

POLÍTICA | 30/07/2020 06:30 - Há 4 dias, 10 horas e 55 minutos
''Temos que discutir a mineração na Amazônia'', diz Ricardo Salles

POLÍTICA | 30/07/2020 06:30 - Há 4 dias, 10 horas e 55 minutos
Alerj tenta evitar paralisia no STF de recurso de Witzel

POLÍTICA | 30/07/2020 06:30 - Há 4 dias, 10 horas e 55 minutos
Presidente do STF trava investigações contra Serra

POLÍTICA | 30/07/2020 06:30 - Há 4 dias, 10 horas e 55 minutos
Mário Frias promete criar cargo para Regina Duarte na Cinemateca

POLÍTICA | 30/07/2020 06:30 - Há 4 dias, 10 horas e 55 minutos
Marcos Mendes critica protesto ao projeto de licenciamento ambiental digital do prefeito ACM Neto

POLÍTICA | 29/07/2020 13:46 - Há 5 dias, 3 horas e 38 minutos
Toffoli defende que juiz e procurador só possam ser candidatos após 8 anos

POLÍTICA | 29/07/2020 13:41 - Há 5 dias, 3 horas e 43 minutos
Para Maia, Aras tem legitimidade para fazer críticas à Lava Jato

POLÍTICA | 29/07/2020 09:53 - Há 5 dias, 7 horas e 31 minutos
Elmar Nascimento nega que DEM deixou Centrão por “atrito”