Botafogo sai na frente, mas Ceará empata em pênalti e garante permanência na Série A

Marcos Vinícius abre o placar, mas Thiago Galhardo deixa tudo igual. Fluminense vence Corinthians e deixa Fogão fora da Sul-Americana


Tribuna da Bahia, Salvador
08/12/2019 18:27 | Atualizado há 14 dias, 7 horas e 47 minutos

   
Foto: Fred Gomes

No único jogo onde as duas equipes ainda tinham objetivos na competição, o empate teve sabores diferentes. O Botafogo, em busca de uma vaga na Sul-Americana, abriu o placar com Marcos Vinícius, mas continuava fora da competição continental pela vitória do Fluminense contra o Corinthians. As chances dos cariocas diminuíram após o Ceará, que necessitava de no mínimo um empate para não ser rebaixado, chegar à igualdade no placar com pênalti marcado por Thiago Galhardo. Com o resultado, o Botafogo ficou de fora da Sul-Americana de 2020, e o Vovô comemorou aliviado a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro.

A situação final do Brasileirão deixou os times colados na tabela de classificação. O Botafogo foi a 43 pontos e terminou na 15ª posição, fora da Sul-Americana. O Ceará conseguiu evitar o rebaixamento, beneficiado também pela derrota do Cruzeiro para o Palmeiras, chegou aos 39 pontos e encerrou o campeonato na 16ª colocação.

Primeiro tempo

O jogo começou bastante estudado entre as duas equipes. Do lado dos cariocas, Marcinho foi o ponto fora da curva, atuando bem pela direita. O gol do Botafogo saiu em bela jogada de Luís Henrique, que superou Eduardo Brock e encontrou Marcos Vinícus para mandar para a rede. Atrás no placar, o Ceará se arriscou mais, mas Cavalieri fez milagre ao defender a cabeçada de Thiago Galhardo. Administrando o resultado, os donos da casa foram para o intervalo ainda fora do Z-4, mas com o alerta ligado.

Segundo tempo

O Ceará adotou uma nova postura na segunda etapa e começou a administrar as ações da partida. Com as cobranças de falta de Ricardinho e ganhando velocidade pela esquerda, o Vovô levou maior perigo ao gol de Cavalieri. A bola na mão de Marcinho dentro da grande área, após revisão do VAR, garantiu um pênalti para o Vovô. Galhardo converteu. Mesmo após o empate, o Ceará continuou pressionando, mas sem sucesso. No último lance do jogo, em cobrança de falta, Rhuan cobrou falta, e Diogo Silva fez grande defesa. Resultado: 1 a 1 e festa para o Alvinegro cearense, que vai disputar a Série A do Brasileirão pelo terceiro ano consecutivo.

Teve VAR!

A principal novidade na Série A de 2019, o árbitro de vídeo também foi importante na última rodada do Brasileirão. No segundo tempo, Marcinho colocou a mão na bola cruzada de Thiago Galhardo, e o juiz Luiz Flávio de Oliveira parou a partida e foi no VAR. Após revisar, marcou pênalti, que garantiu o empate do Vovô. O artilheiro do Vovô chegou aos 12 gols na Série A.

Déjavu

Ceará e Botafogo protagonizaram um duelo bastante semelhante com Ceará x Vasco de 2018. Na ocasião, o Cruzmaltino precisava de um empate para evitar a queda, e o Vovô precisava vencer para ir à Sul-Americana. O empate sem gols na Arena Castelão frustrou os objetivos dos donos da casa e fez a festa dos visitantes. Um ano depois, foi a vez do Botafogo perder a vaga na Sula e do Ceará respirar aliviado permanecer na Série A.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas