Baianos celebram fé e devoção à Imaculada Conceição

Protegida por um novo manto confeccionado com pedrarias e flores pelo designer Fábio Ítalo, do Rio de Janeiro, a imagem de Nossa Senhora da Conceição foi aplaudida com muito fervor e alegria por todos os presentes tão logo deixou a igreja


Tribuna da Bahia, Salvador
09/12/2019 09:30 | Atualizado há 13 dias, 20 horas e 27 minutos

   
Foto: Max Haack/Ag. Haack

Por: Lício Ferreira


Os "470 anos de fé e devoção à Imaculada Conceição” foram consagrados neste domingo 8, pelos fiéis que, com rosas vermelhas, brancas e amarelas nas mãos e os singelos ‘sorrisos de Maria’ compareceram, pela manhã, na Basílica Santuário Nossa Senhora da Conceição da Praia, para acompanhar a missa campal celebrada pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, Iniciada, pontualmente às 9h,a missa foi apoiada pelo Coral e Orquestra da Basílica Nossa Senhora da Conceição da Praia sob a regência do Maestro David Tourinho.

Protegida por um novo manto confeccionado com pedrarias e flores pelo designer Fábio Ítalo, do Rio de Janeiro, a imagem de Nossa Senhora da Conceição foi aplaudida com muito fervor e alegria por todos os presentes tão logo deixou a igreja, no andor carregado com segurança por marinheiros do II Distrito Naval. Em procissão, acompanhada pelas imagens da Santa Dulce dos Pobres e do Menino Jesus,a imagem de Nossa Senhora da Conceição percorreu diversas ruas do bairro do Comércio até as imediações do Banco do Brasil.Depois retornou à Basílica para a solene bênção do Santíssimo Sacramento.

CORAÇÃO

Irradiando felicidade por ter completado, na véspera, 50 anos de sacerdócio, Dom Murilo Kriegerdisse ao encerrar a missa que:“Nossa Senhora da Conceição está no coração do povo baiano. Ela faz parte da sua história. Faz parte do seu carinho. E eu tenho certeza que ela está muito agradecida a esse louvor dos seus filhos, que aqui se renderam para louvar o pai, que é o ponto de todo amor, de toda graça, e de todo dom da nossa igreja”, sintetizou toda sua emoção que banhava seus olhos.

Sobre o Jubileu de Ouro Sacerdotal, o arcebispo explicou: “ Vejo a celebração dos meus 50 anos de sacerdócio com gratidão. Tudo é graça. Tudo é bondade de Deus. Eu tenho certeza que, por merecimento do seu filho, é que ele me deu tantos dons. Só me cabe ser grato, por tudo isso”. Sua alegria era ainda maior pela presença dos sobrinhos João Oscar e Hilário Junior, que vieram de Santa Catarina, participar das comemorações de meio século de dedicação e amor à Igreja Católica, do padre.

REVERÊNCIAS

Proclamada oficialmente Padroeira da Bahia, pela Assembléia Legislativa do Estado, há apenas 45 anos, Nossa Senhora da Conceição da Praia recebeu reverências de gente de quase toda parte do Brasil. As que vieram só ou em caravanas, como Maria Irene

Santos, 57 anos, e Rangel Machado, 31 anos.Ambos oriundos de Lagarto,interior de Sergipe. “Há dez anos, que nós nos reunimos e viemos a Salvador com essa missão. São 45 pessoas no ônibus. Todas felizes em reverenciar Nossa Senhora da Conceição”, disseram de maneira uniforme.

Há poucos metros, solitária na multidão, com um buquê de rosas amarelas nas mãos, Magna Conceição Pimentel,48 anos, disse: “Eu tenho apenas quatro anos que venho assistir esta celebração e participar da procissão.Graças à Deus que está coincidindo com a minha folga do trabalho. Espero que cada dia mais essas homenagens se fortaleçam, e eu possa retornar”.

FAMÍLIA

Já em grupo, entre amigos e familiares, a ‘budista’ Cristina Maristane, 54 anos, reconhece que o momento é de renovar a fé naquiloem que se acredita.Ela estava acompanhando a mãe, Terezinha Santos de Almeida, 90 anos, católica fervorosa. “Venho desde a infância louvar Nossa Senhora. Essa devoção é de geração em geração. Quem me trouxe primeiro foi a minha mãe Anísia dos Santos, já falecida. Agora, eu venho com a minha filha Cristina”, disse a velha senhora.

A amiga Noemi Barbosa 72 anos, também faz questão de frisar sua devoção. “Sou devota fervorosa e venho todos os anos com essas minhas amigas, pois eu amo de paixão a Nossa Senhora da Conceição”. A mais nova do grupo, Natália Maria, 23 anos, reclamava levemente do sol inclemente. E, mesmo sendo adepta da religião de matriz africana, começou a reverenciar a santa católica por causa da avó Tereza. “Acho que na nossa matriz africana ela é Oxum”, tentou esclarecer.

LOUVAÇÃO

Ex-funcionária da antiga Telebahia, Solange Góes,64 anos, era a imagem da felicidade por estar presente assistindo a missa campal. “Fiz uma cirurgia nos olhos,esta semana,e mesmo desobedecendo as ordens médicas (não podia tomar sol) estou aqui para agradecer. Desde que comecei esta devoção por ela,todos os anos eu venho louvar e agradecer por tudo o que ela fez e ainda faz por mim. Não sei até se mereço tanto.Mas, a confiança na intercessão dela junto a Deus por mim, é algo muito forte e extraordinário, que não sei nem como explicar”.

Outra senhora que também estava neste clima de agradecimento era Meiri Gomes, 51 anos. “Eu sempre tive uma devoção à nossa padroeira. Frequento as missas e as novenas. Estou aqui, neste momento, para agradecer. Eu acredito muito nela, pois tudo o que peço eu consigo. Ela me livra dos perigos e de todo mal que possa a me acontecer. Vim para pedir a ela que me dê paz e equilíbrio para cuidar do meu pai, que está com Alzheimer. Já cuidei de minha mãe, que morreu ano passado. Agora, quero que ela me dê a força para esta nova jornada de vida”.

CONVERSÃO

E dentre tantos fieis – cada um à sua maneira, externando a fé e devoção na Imaculada Conceição – encontramos a jovem Thalitya Mendes,19 anos, que começou este processo de adoração, após a conversão espiritual “Eu vivia com um pé na igreja e outro no mundo. Em 2017, sofri um processo forte de depressão e Nossa Senhora, me salvou. Assim como ela, mesmo sendo frágil se tornou a mãe de Nosso Senhor e nos adotou como filhos. É esse infinito amor que move a fé católica e, é com muito amor que todos estão aqui reunidos por amor a ela. Quanto mais amamos ela, mais amamos o seu filho”, finalizou.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas