Liga Bahiana contra o câncer lança Campanha de doação 2020

No próximo ano, o Hospital Aristides Maltez (HAM) completa 68 anos de serviços prestados a comunidade atendendo pacientes de 417 municípios baianos


Tribuna da Bahia, Salvador
17/12/2019 13:58 | Atualizado há 3 dias, 20 horas e 45 minutos

   
Foto: Divulgação

Por: Cleusa Duarte


No próximo ano, o Hospital Aristides Maltez (HAM) completa 68 anos de serviços prestados a comunidade atendendo pacientes de 417 municípios baianos. Mas apesar de todas as lutas, o déficit apresentado em 2018 foi de R$ 5milhões. Para ajudar a sua manutenção, a direção da Liga Bahiana Contra o Câncer( LBCC) lançou ontem, segunda-feira(16) uma campanha que visa sensibilizar a sociedade para conseguir recursos a fim de amenizar essa situação. 

Este ano os números ainda não foram fechados, mas existe uma expectativa que esta quantia dobre, principalmente depois da inauguração da nova torre com mais 10 leitos da UTI geral e 10 na UTI cirúrgica. Esses novos equipamentos estão funcionando há quase 90 dias sem credenciamento do SUS e sem receber nem um auxílio do Ministério de Saúde. 

Durante a coletiva para lançamento da campanha criada pela Propeg, César Borges, que preside a Liga Bahiana Contra o Câncer, lembrou da importância do HAM para a população de todo o Estado, “em toda sua existência, o hospital nunca deixou de funcionar um dia sequer. E o melhor: o atendimento é 100% através do SUS. São mais de 4 mil pessoas atendidas, diariamente, e, em média, são realizados 4,3 milhões procedimentos, por ano”. 

Em 2018 foram realizados 9.438 cirurgias e 176.337 consultas. Apesar da sua importância para o pacientes com câncer da Bahia o HAM vive em dificuldade financeira. O médico Aristides Maltez, segundo vice-presidente da Liga lembrou que a sociedade baiana sempre respondeu positivamente quando o hospital precisou e por isso que aposta nesta campanha criada pela Propeg. 

A previsão é arrecadar pelo menos R$ 2 milhões mensais para evitar que uma crise maior possa prejudicar o funcionamento do HAM, “O hospital é uma instituição filantrópica e vive dos recursos do SUS e de doações da comunidade. A campanha lançada hoje vai mostrar a população baiana a nossa situação e alertar para a necessidade da ajuda de todos, porque aqui priorizamos o paciente carente cumprindo o nosso papel social.” Fernando Barros, presidente da Propeg disse que “a campanha Todos pelo Aristides vai atingir várias mídias, principalmente rádio, Outdoor TV, jornais e mídia digital. Batizada de vaquinha solidária o objetivo é atingir toda população baiana e vai contar inclusive com apoio de vários artistas através das suas redes sociais.”

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas