Coluna Boa Terra (Por Valdemir Santana) - Edição do dia 11/01

Sensação da folia baiana, o “Trio Demolidor” de Ivete Sangalo toca na endinheirada Avenida Berrini, de SP


Tribuna da Bahia, Salvador
11/01/2020 08:10 | Atualizado há 22 dias, 3 horas e 24 minutos

   
Foto: Reprodução

O mais famoso trio elétrico da folia brasileira, “O Demolidor” que faz a glória da cantora baiana Ivete Sangalo (foto) nas ruas de Salvador, provoca uma folia e tanto na mídia paulistana esta semana. Ou seja, é a divulgação, feita ontem, que o carro musical, de investimentos milionários e tecnologia suntuosa como a primeira estrutura totalmente em alumínio, desfila na semana do carnaval na bilionária avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, de São Paulo.

Não é pouca coisa. A pulsante “Avenida Berrini” é a principal via do “Brooklin Novo”, o grande centro da economia emergente de São Paulo. É coalhada de empresas com alta cotação no mercado. O desfile do trio elétrico está previsto para o dia 16 de fevereiro, a segunda feira que antecede o carnaval. O “Demolidor” fez a glória da superfolia baiana mas é um produto da “MB Produções”, empresa paulista que atua no carnaval de Salvador desde 1996.

André Namitala traz moda genderless, para menino e menina, na festa do clipe de Ivete e Silva

A moda sem gênero, do libertário conceito genderless, chega em grande estilo ao axé music da Bahia vestindo toda a equipe, dos artistas aos figurantes, no novo clipe “Pra Vida Inteira” lançado ontem como uma festiva parceria entre o cantor potiguar Lucio Silva de Souza, e a baiana Ivete Sangalo. Genderless é a roupa usada tanto pelos meninos quanto pelas meninas. Ou seja, de homem e de mulher.

Para se ter idéia da importância desta estréia do genderless no show business popularíssimo, basta mostrar que o estilista carioca André Namitala, acompanhou pessoalmente até os últimos detalhes do figurino, como se percebe na foto em que finaliza o caimento da túnica de Silva. Andre Namitala é o criador da marca “Handred”, maior estrela do estilo genderless no Brasil.

É a primeira vez no axé music, mas a “Handred” já faz bonito na cena musical cult. Como a coluna noticiou, é o figurino oficial das apresentações de Caetano Veloso, junto com os filhos Zeca, Moreno e Tom Veloso, nas turnês do Brasil e do exterior do show “Ofertório”. Namitala adora Salvador e já participou da “Feste de Iemanjá”, em 2 de fevereiro, levando na cabeça o balaio de oferendas para a Rainha do Mar.

Cariocas se levantam em defesa da memória de Ruy Barbosa

O prestígio do jurista e diplomata baiano Ruy Barbosa, que morreu em 1923 como um dos maiores oradores da sua época, provocou esta semana um verdadeiro levante cultural no Rio de Janeiro. São os protestos de alunos e ex-alunos da prestigiada “Casa de Rui Barbosa” que funciona no bairro Botafogo, inconformados com a demissão de pesquisadores da entidade, pelo governo fluminense

Segundo a Publisher Lu Lacerda, do site homônimo publicado no Rio, estão na lista de demissão o diretor do centro de pesquisa Antonio Herculano Lopes, a jornalista Jöelle Rouchou, a ensaísta Flora Sussekind, o sociólogo José Almino de Alencar e o cientista político Charles Gomes. Alista foi publicada no “Diário Oficial” do estado do Rio de Janeiro, na quarta feira, 8.

Três feiras naturebas no sábado todo zen, com jóia de rabo de sereia

A programação da agenda natureba deste ano começa hoje, com três feiras especiais agitando o final de semana no circuito Pituba, Arembepe, até amanhã. No “Parque da Cidade Joventino Silva”, da Avenida Antonio Carlos Magalhães, são dois eventos dividindo o espaço. São a reedição da resistente “Feira Vegana” e a novata “Feira Agroecológica”.

Na primeira o forte são as comidinhas de alucina, e na outra produtos hortifrutis com mudas cheias de novidades para os pirralhos de apartamento saber, por exemplo, a diferença entre a salsa e o coentro. Ou ver uma incrível galinha crua andando pela área de serviço. O lugar com uma verdadeira floresta abissal é uma surpresa em forma de ambiente preservado no meio do Itaigara, o bairro que concentra a economia emergente.

A “Feira Agroecológica de Arembepe”, acontece também hoje e amanhã na Praça das Amendoeiras. Arembepe fica a oitenta quilômetros de Salvador e já foi referencia mundial para a contracultura pop. A aldeia hippie tem vestígios das cabanas com design escandinavo que encantavam na época que todo mundo ficava nu por lá. A proposta da feira é singular e parece que o espírito Janis Joplin baixou na curadoria, incluindo, por exemplo, estandes para vender agro jóias inspiradas na sensualidade das sereias. Tem umas que parecem cauda de baleia Jubarte.

Anderson Santos abre a temporada artsy na “Paulo Darzé Galeria”

A mistura de homens e animais na cena cultural pode ter sido iniciada com as fábulas, aqueles relatos cheios de lições de moral e de convivência. Mas na pintura, fica para o baiano Anderson Santos uma surpreendente combinação de imagens que instigam e contam uma historia bem diferente nos salões da prestigiada “Paulo Darzé Galeria de Arte”, do exclusivo Corredor da Vitória. Na mostra “Floresta negra” que tem vernissage dia 23, a curadoria é do professor Danillo Barata, e fica em cartaz até 19 de fevereiro.

Nascido em Salvador, Anderson faz um trabalho com pegada especial no cenário internacional. Ele é formado em Artes Plásticas e trabalha principalmente com o óleo sobre tela, cartão, e madeira. Já expôs em cidades brasileiras e participou na Itália da “Expoarte” de Milão, e da “Esposizione Triennale delle Arti Visive” de Roma.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas