Operações no aeroporto voltam ao normal após conserto de buraco

As operações no Aeroporto Internacional de Salvador voltaram ao normal após o conserto de um buraco na pista principal do terminal


Tribuna da Bahia, Salvador
15/01/2020 06:40 | Atualizado há 11 dias, 23 horas e 19 minutos

   
Foto: Divulgação

Por: Yuri Abreu


As operações no Aeroporto Internacional de Salvador voltaram ao normal após o conserto de um buraco na pista principal do terminal. De acordo com a assessoria de comunicação da Salvador Bahia Airport, empresa que administra o equipamento, as obras de reparo foram concluídas por volta da 0h30 de ontem.

Mesmo assim, nesta terça-feira, ao menos três voos, que partiriam ou tinham como destino a capital baiana, foram cancelados justamente por causa do problema, de acordo com o portal G1 Bahia. Dois deles chegariam do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo e o terceiro tinha como destino o mesmo terminal, que fica na Região Metropolitana da capital paulista.

Já na última segunda, oito voos que estavam programados para pousar no Aeroporto de Salvador foram desviados para outras cidades como Aracaju (Santa Maria) e Belo Horizonte (Confins). Além destes, outro voo foi cancelado. No mesmo dia, também houve outros quatro que decolaram de Fortaleza (Pinto Martins), São Paulo (um em Congonhas e dois em Guarulhos) e acabaram pousando em Maceió (Zumbi dos Palmares) e no Aeroporto Internacional de Porto Seguro, no sul da Bahia.

Por questões de segurança, a empresa informou anteontem que, por questões de segurança, foi iniciado um reparo imediato na pista. Por conta disso, boa parte dos pousos foi feita na pista auxiliar, até próximo ao horário das 19h. Já as decolagens ocorreram nas duas pistas. Apenas os aviões de grande porte precisaram ser desviados.

RELEMBRE

Em 2019, problemas também foram registrados por pelo menos duas vezes na pista principal. No mês de junho, um problema de iluminação de orientação para as aeronaves fez com que voos fossem direcionados à diferentes terminais e outros cancelados. Mais recentemente, em novembro, questões também envolvendo a iluminação foram motivos para interdição do espaço, por conta das fortes chuvas que caíram na capital baiana no final daquele mês. No período, sete voos que sairiam da capital tinham sido cancelados, quatro estavam atrasados e dois tiveram que pousar em outros terminais.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas