Coluna Adegas &Drink’s (Por Scheila Bulhões) - edição do dia 17/01

Um ano inteirinho para ser degustado


Tribuna da Bahia, Salvador
17/01/2020 14:12 | Atualizado há 11 dias, 42 minutos

   
Foto: Reprodução / Google fotos

Pronto, ele chegou trazendo dias ensolarados e bem quentes. Dias típicos da época, afinal é verão. O sol tem a capacidade de trazer vida para os nossos dias por mais turbulentos que eles se pareçam. E se ficar um pouco mais difícil nada que uma boa taça de vinho não resolva. 

Então, falando em taça, vinho, degustação, verão, se você pensou em tinto encorpado esqueça... A ideia é aproveitar os brancos e rosés frescos ou mesmo um tinto bemmm leve de pinot noir. Afinal o frescor em uma taça faz toda a diferença. 

Então, vamos começar o ano com uma super dica: Que tal conhecer um país novo? Que tal degustar um rose bem fresco? Você encontra as duas coisas no Bisou Rosé, um exemplar da Bulgária, feito a partir do corte de Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc, de cor goiabada, brilhante, ideal para nosso clima tropical. 

Um Rose Búlgaro de tirar o folego

Inspirada pelo desejo de continuar a tradição e a alta qualidade na produção de vinhos, a adega Izba Karabunar atua em duas das principais áreas de cultivo de uvas do país, plantando as variedades mais apropriadas em cada região para revelar o caráter de cada uma delas. Ela está situada em uma fazenda no meio do Vale da Trácia, perto da aldeia de Karabunar, uma das melhores regiões vitivinícolas da Bulgária. O exemplar em questão, já no rótulo dá sinais do quão apaixonante é. Mesmo agradando os mais diversos paladares, eu diria que é um rose voltado principalmente ao universo feminino, pois traz requinte e uma delicadeza sem igual. Trata-se de um corte de Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc de muita personalidade e elegância. Apresenta linda coloração salmão de média intensidade com muito brilho e limpidez que faz muito bem aos olhos e o torna irresistível. No nariz, é bastante perfumado e convidativo. Os aromas envolventes de frutas vermelhas como os morangos e as cerejas tomam conta do recinto, mas logo podemos sentir agradáveis notas florais e toques cítricos. Em boca, apresenta-se seco, macio e extremamente saboroso.  As notas do olfato se repetem e a acidez mostra-se em perfeito equilíbrio com a fruta, o que proporciona um belo e longo final. Harmonização: É um vinho que pode ser apreciado só, apenas com uma boa conversa entre amigos, mas por ter boa estrutura acompanha pratos a base de carnes brancas e frutos do mar, comida japonesa, massas e pizzas diversas. Aprecie a 11°C, preferencialmente em taças lisas, cristalinas, bojudas e de grande abertura, as do tipo “Bordeaux”, isso fará com que os aromas delicados sejam ressaltados permitindo uma melhor percepção.  Este exemplar está pronto para o consumo, mas pode ser guardado por mais 24 meses. Você encontra no Espaço DOC, 71 3901-0410

Conhecendo um pouco mais sobre a Bulgária (Fonte: infoVinho)

Poucos países tem tradição vinícola mais antiga que a Bulgária, com alguns vinhedos que, acredita-se, datam dos gregos antigos. O estado búlgaro foi formado em 681, e a viticultura se disseminou.

Com a chegada dos turcos, no século XIV, a vinicultura passou para as mãos dos mosteiros. Após 500 anos de domínio otomano, a Bulgária tornou-se independente em 1878, e, pouco depois, como na maior parte da Europa, a filoxera devastou os vinhedos.

Desde a Segunda Guerra Mundial a política foi o fator mais influente na indústria vinícola. Em 1945 o país tornou-se parte do bloco soviético, e o governo soviético coletivizou terras e vinícolas para fornecer vinho aos países do Comecon. Nesse período, os vinhedos foram transferidos dos morros para as planícies, viabilizando a mecanização, e deu-se preferência a vinhas internacionais. Com essas mudanças, em seu auge a Bulgária foi o sexto maior produtor mundial de vinho. Antes da Reforma Agrária dos anos 90, 80% do vinho era feito pela organização estatal Vinprom.

Mande sua contribuição para esse espaço no e-mail bulhoesscheila@gmail.com

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas