Coluna Boa Terra (Por Valdemir Santana) - Edição do dia 20/01

Com suíte dedicada ao astro pop Rick Martin, a “Pousada do Boqueirão” ganha selo internacional


Tribuna da Bahia, Salvador
20/01/2020 07:10 | Atualizado há 15 dias, 14 horas e 49 minutos

   
Foto: Reprodução

Bem antes de o turismo popular provocar o atual alarido que se vê nas ruas neoclássicas da região do Carmo, a “Pousada do Boqueirão” já esbanjava estilo e sutileza na rua mais bonita de Salvador, a Direita de Santo Antonio. Esta semana uma gigante do turismo internacional, a “Booking Holdings” atribuiu à pousada, através da ferramenta de reservas internacionais “Booking.com” o selo “Traveller Review Award 2020”.

A premiação não é pouca coisa. É o resultado de consultas feitas a mais de 900 mil turistas pela “Booking.com” sobre reservas de hospedagem e aluguel de carros. A novidade é que a premiação, existente há nove anos, era chamada “Guest Review Awards” e agora que inclui também transporte tem nova grife. Para chegar à edição de 2020 as consultas começaram em 2017.

Quanto ao alarido dos novos turistas e freqüentadores, a queixa geral é sobre o sucesso da novela “Segundo Sol”, exibida pela “TV Globo” em 2018. As imagens do casario fizeram horas extras na exibição. Pegou para as mais singulares, como a dos casarões gêmeos, com traços de arquitetura marroquina, da “Pousada do Boqueirão”. Outros admiradores mais discretos se encantaram antes. Como o cantor porto riquenho Rick Martin ( foto) que se hospedou no local, usou o ambiente como cenário para um clipe, e por longo tempo deixou a suíte reservada para viagens discretas que fez ao Brasil.

Quase dois anos após gravação, “A Cor do Som” traz turnê celebrando a carreira

O grupo neo-baiano “A Cor do Som” incendiou o final dos anos setenta quando surgiu esbanjando talento com a fusão do pop, choro, trio elétrico e rock progressivo. Agora não deixa por menos com a turnê de lançamento do álbum “A Cor do Som – 40 anos”, em show que acontece domingo, 9 de fevereiro, na “Área Verde do Othon”, em Ondina. O disco foi gravado em março de 2018, e a turnê começou há pouco mais de um mês com apresentações no Rio de Janeiro e São Paulo.

Desta vez a sensação é ver o grupo em sua formação original, com os dois baianos, o cantor e guitarrista Armandinho Macedo e o percussionista Ari Dias; e três cariocas, o cantor e baixista Dadi Carvalho; o cantor e tecladista carioca Mú Magalhães Carvalho e o baterista Gustavo Schroeter.

Xênia frança encerra turnê americana do “Global Fast” e marca show em São Paulo

O final de semana ficou sob medida para a baiana Xênia França se esticar e se espreguiçar no gigante “Central Park” nova-iorquino, E com todo direito à trégua, afinal encerrou com sucesso e aplausos as apresentações no “Global Fest”, o festival itinerante de diversidade cultural. Teve direito até a elogios no “New York Times", o mais influente jornal americano.

Descanso vírgula, porque a cantora que teve o talento reconhecido e garantido como sensação musical pelos paulistanos, já tem pauta marcada para a sexta, 24, no elegante e pulsante “Sesc Pinheiros” reduto da ala cult do show business da cidade.

Referencias baianas na plenária gigante sobre alimentos

O agricultor e pesquisador suíço Ernst Gotsch que se transformou em referência mundial sobre os chamados sistemas agro florestais ao desenvolver na Bahia o conceito de “Agricultura Sintrópica”, é uma das estrelas na agenda da “Fru.to”. que começa na sexta, 24, na “Unibes” de São Paulo. É uma plataforma de discussões que dura três dias checando as relações do alimento com o homem e o ambiente.

O evento foi criado no Brasil pelo badalado e prestigiado restaurateur paulistano Alex Atala, em parceria com o sócio, o produtor cultural Felipe Ribenboim, mas a plenária está coalhada de convidados internacionais. Além de Ernst Gotsch, outra referência da Bahia no evento é a culinarista e apresentadora de televiso Bela Gil Demasi.

Quanto à “Agricultura Sintrópica” que já está no currículo universitário de Portugal, vale resumir como um método de cultivo em que as plantas são alinhadas de uma maneira em que espécies de qualquer porte tenham a mesma condição de aproveitar o ambiente.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas