‘Fartura e Abundância’: em um mês, mais de 8 mil pessoas vão ao Palacete das Artes

De acordo com dados da assessoria de imprensa da mostra, que está no Palacete das Artes, em Salvador, o número foi registrado de 17/12/2019 a 19/01/2020


Tribuna da Bahia, Salvador
20/01/2020 14:48 | Atualizado há 8 dias, 1 hora e 27 minutos

   
Foto: Reprodução / Tácio Moreira / Metropress

A vida e a obra da escultora Eliana Kertész mobilizou mais de 8 mil pessoas em apenas um mês. De acordo com dados da assessoria de imprensa da mostra, que está no Palacete das Artes, em Salvador, o número foi registrado de 17/12/2019 a 19/01/2020. 

A exposição conta com mais de 70 obras originas de Eliana, além de registros pessoas como vídeos e áudios, e fica disponível ao público até o dia 29 de março, com entrada franca. A curadoria ficou a cargo de Gringo Cardia. “O parâmetro principal da vida dela era a liberdade. Vivemos no momento que temos que ter liberdade e ela era uma pessoa sem culpa, dizia que não era certinha, que não era boba, que adorava o imperfeito. Quando você quer a perfeição, você vira um robô. É uma exposição sobre o amor, sobre a vida”, contou, na Rádio Metrópole. 

Também um dos organizadores da mostra e filho de Eliana, Chico Kertész revelou que o evento resgata a obra de sua mãe. Para ele, o nome da exposição retrata bem o que eles queriam passar. “Não tem nada mais perfeito. É a cara dela, o jeito dela, em tudo. Esse título é perfeito”.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas