Mototaxistas vão desembolsar uma bolada para retirarem motos apreendidas

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Salvador (Semob) informou que já flagrou 90 mototaxistas irregulares e todos tiveram os seus veículos apreendidos


Tribuna da Bahia, Salvador
26/02/2020 09:20 | Atualizado há 4 dias, 3 horas e 13 minutos

   
Foto: Reginaldo Ipê / Tribuna da Bahia

Por: Lício Ferreira


O mototaxista que foi flagrado, fazendo transporte irregular de passageiros, nos circuitos do Carnaval, terá que desembolsar uma boa ‘bolada’ de dinheiro para retirar a sua moto depois da folia. A Secretaria de Mobilidade Urbana de Salvador (Semob) informou que já flagrou 90 mototaxistas irregulares e todos tiveram os seus veículos apreendidos.

Ainda segundo a Semob, os veículos não estavam regulamentados e a fiscalização foi para que não fosse ofertado um serviço clandestino aos foliões. Agora, para retirar a moto, o proprietário terá que pagar o valor da taxa de reboque de R$86,82, mais a diária do pátio de R$36,18 e a multa de R$195,23. Um gasto de, no mínimo, R$ 318,23. São penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas