Chuva causa transtornos no aeroporto de Salvador

Cafeteria do local usou cadeiras para interditar uma das entradas por causa da quantidade de água no chão


Tribuna da Bahia, Salvador
25/03/2020 06:30 | Atualizado há 14 dias, 18 horas e 10 minutos

   
Foto: Reprodução/Adriana Oliveira / TV Bahia

Por: Poliana Antunes


A chuva que vem caindo na capital baiana nesses últimos dois dias, tem causado muitos transtornos para a população. Na manhã desta terça-feira (24), pontos do Aeroporto Internacional de Salvador ficaram alagados e alguns vazamentos foram registrados na área interna do local. Além disso, outros pontos de cidade e da região metropolitana registraram fortes chuvas, entretanto, não houve registro de vítimas.

Em relação ao aeroporto, a água chegou a invadir o salão de embarque, próximo à praça de alimentação. Uma cafeteria do local usou cadeiras para interditar uma das entradas, por causa da quantidade de água no chão. O check in também houve pontos de vazamento. Do lado de fora do terminal, onde os veículos circulam, também teve grande quantidade de água na via.

De acordo com a assessoria de imprensa do aeroporto, após a identificação dos pontos de infiltração, a equipe de manutenção fará uma revisão no forro para sanar o problema.

De acordo com a Defesa Civil de Salvador (Codesal), até a tarde de ontem, o órgão recebeu 88 solicitações. Foram dois alagamentos de imóvel, 17 ameaças de desabamento, 14 ameaças de deslizamento, quatro árvores ameaçando cair, sete árvores caídas, dez avaliações de imóveis alagados, um desabamento de imóvel, dois desabamentos de muro, três desabamentos parciais, 22 deslizamentos de terra, um incêndio, duas infiltrações e três orientações técnicas.

Ainda de acordo com o órgão, as áreas de risco de movimentos de massa no município caracterizam-se pela ocupação de encostas de declividades variadas com residências de alta vulnerabilidade estrutural próximas a taludes de aterro. “Esta situação associada à precipitação incidente e acumulada e a previsão meteorológica indica que pode ocorrer um número significativo de deslizamentos induzidos e deslizamentos esparsos em encostas naturais”, explica o órgão.

Já os acumulados de precipitação chegaram no dia de ontem (24), até 43 mm a cada 1 hora no município. A estimativa de precipitação instantânea do radar Salvador indica para hoje, áreas de instabilidade com potencial para chuvas de intensidade fraca a moderada no município. Considere: chuva fraca < 10 mm/h, chuva moderada de 10 a 40 mm/h, e chuva forte > 40 mm/h.

Segundo a Codesal, o cenário de risco vem com possibilidade de ocorrência de enxurrada em áreas urbanas com alta declividade, onde o escoamento superficial é concentrado e com alta energia de transporte com risco de alagamentos e deslizamentos de terra.

Compartilhe       

 





 

Notícias Relacionadas